O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, realizou nesta semana sua primeira sessão de perguntas e respostas na rede social com vídeo ao vivo e, além de responder a questões pontuais de seus espectadores, ele também tomou um tempinho para explicar sua visão de futuro para a realidade virtual.

Ao ser perguntado sobre qual seria o próximo passo ou nível evolutivo para VR, Zuckerberg deu uma resposta que pouca gente estava esperando. Ele acredita que, no futuro, a tecnologia de realidade virtual vai evoluir em uma forma de gravar e compartilhar pensamentos e sonhos de humanos.

Zuckerberg deixou bem claro que não tem nenhum projeto no Facebook focando nesse tipo de coisa (ainda, ne!?), sendo que, por enquanto, isso não passa de ficção científica.

Zuckerberg deixou bem claro que não tem nenhum projeto no Facebook focando nesse tipo de coisa

De qualquer forma, ele pensa que o nosso formato de guardar momentos passou de fotos para vídeos e, agora, para realidade virtual e realidade aumentada. O próximo passo nesse sentido seria levar isso mais a fundo e criar uma experiência totalmente imersiva.

Ou seja, ele acredita que, no futuro, será possível gravar tudo o que uma pessoa vê, sente e escuta [uma memória, por exemplo, ou sonho] e “fazer o upload ou streaming disso para outro ser humano”. Sinistro, não é? Porém absurdamente incrível também.

De onde veio isso?

Zuckerberg ainda explicou de onde tirou tal ideia. Ele leu um artigo sobre um grupo de pesquisadores da Universidade da Califórnia que está fazendo experimentos com ressonância magnética no cérebro de ratos. O grupo capturou todos os padrões do cérebro de um rato que tinha conseguido resolver e sair de um labirinto e “imprimiram” essas imagens no cérebro de outro rato que nunca tinha passado pela mesma situação.

Em seguida, eles pegaram esse segundo roedor e o colocaram no mesmo labirinto, mas de olhos vendados. O animal conseguiu sair do local rapidamente, aparentemente por ter compartilhado das experiências do seu coleguinha.

O vídeo gravado da transmissão ao vivo está neste link. Você pode conferir a conversa de Zuckerberg com seus espectadores sobre este assunto a partir do minuto 24.

Cupons de desconto TecMundo: