Interação entre pessoas a partir de ambientes holográficos, gameplays imersivos e até mesmo a participação em experiências apimentadas são as propostas de periféricos como Oculus Rift e Google Cardboard. Mas e se fosse possível acessar uma plataforma de realidade virtual (RV) capaz de reunir, em um único espaço, jogos, serviços de entretenimento e recursos relacionados também à educação?

Pois é esta a proposta da startup brasileira Youfacer. Anunciado neste mês, o projeto pretende “revolucionar a forma como a interação entre homem e PC se dá”. Como ações possíveis graças à futura implantação do Youfacer estão a navegação via Facebook, execução de vídeos em 360º disponibilizados pelo YouTube, navegação para estudos e também o acesso a sites para compra em shoppings.

O lançamento da plataforma será feito em 2017 para os sistemas iOS, Android e Windows; os populares dispositivos de RV, tais como Oculus Rift, Google Cardboard, Gear VR e HTC Vive, dentre outros, serão compatíveis com os serviços de Youfacer. “Vamos resolver o problema do acesso a conteúdo ‘VR’”, afirma Felipe Coimbra, diretor da startup. De acordo com o executivo, o serviço poderá ser integrado ao dia a dia do usuário devido à série de avaliações pelas quais o Youfacer passa.

O lançamento do Youfacer deverá ser realizado em 2017

“O maior desafio é tornar a experiência de realidade virtual algo comum em nosso cotidiano, e isso temos conseguido após muitos testes de usabilidade da interface Youfacer”, complementa Coimbra.

Um assistente pessoal chamado Steve

Ainda segundo a companhia responsável pela empreitada, o assistente pessoal Steve é que vai ficar encarregado de manter o usuário atualizado sobre toda sua experiência na plataforma. As notificações serão fornecidas através de falas, e comandos por voz serão também suportados pelo Youfacer.

A RV deverá integrar o cotidiano de mais de 327 milhões de pessoas até o ano 2025, segundo pesquisa da Goldman Sachs Global Investment. O faturamento estimado para esse segmento de mercado é de US$ 17 bilhões (ou R$ 61,8 bilhões).

...

Além de jogos e vídeos em 360º, qual tipo de conteúdo deveria ser adaptado para os óculos de realidade virtual? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: