(Fonte da imagem: Reprodução/Destructoid)

Aparentemente, a indústria dos games está se voltando fortemente para a tecnologia de realidade aumentada, já que diferentes empresas estão trabalhando com aparelhos deste gênero. Além disso, não é de hoje que a Oculus chama atenção com o Rift, o seu par de óculos que propicia imersão em diferentes jogos.

Acontece que o modelo Rift pode ficar mais caro em um futuro próximo. Nesta CES de 2014, a companhia apresentou a nova versão do seu produto, que apresenta uma série de melhorias — confira mais ao clicar aqui. Quem deixou esse aumento de preço “no ar” foi o próprio CEO da Oculos, o executivo Brendan Iribe.

Algumas afirmações contraditórias...

Ao descrever o seu produto, Iribe diz que ele pode proporcionar uma experiência completamente diferente e incrível para jogadores, desenvolvedores indies e profissionais de grandes empresas. Dessa maneira, por conta dessa qualidade, o próprio CEO afirmou que pagaria uma grande quantia de dinheiro pelo Rift.

Além disso, também foi explicado que essa seria uma maneira de monetizar o projeto, mas que eles ainda estão estudando a melhor maneira de fazer isso. Apesar disso, Iribe garantiu que a empresa não vai começar as vendas da nova versão do Rift enquanto ela não for de qualidade, confortável (este parece ser o maior problema) e por um preço justo.

Dessa maneira, pode ser que o aumento de preço não seja assim tão grande ou que ele aconteça em alguma provável versão premium, por exemplo. Contudo, só podemos esperar para termos certeza dos planos da Oculus — e é claro que você pode encontrar as novidades aqui no Tecmundo.

Cupons de desconto TecMundo: