(Fonte da imagem: Reprodução/Wired)

Caso você acompanhe as notícias relacionadas aos lançamentos relacionado ao mundo gamer, deve se lembrar dos óculos Rift. O aparelho é voltado para um conceito que não é novo: a realidade aumentada — o objetivo é fazer com que você “entre” nas histórias dos jogos e tenha uma experiência completamente diferente ao se divertir.

O projeto inicial já é bem promissor e fez com que muita gente se empolgasse com a perspectiva de um par de óculos de realidade aumentada que realmente funcionasse. Acontece que a Oculus, empresa por trás do Rift, ainda está pesquisando por avanços e melhorando o seu próprio produto.

Indo para um nível acima

Por conta disso, na CES de 2014, a companhia apresentou o protótipo Crystal Cove, que é uma espécie de evolução e de sucessor do Rift. Uma das maiores diferenças é o fato de a tela da novidade contar com a tecnologia OLED, de maneira que a latência é menor, diminuindo os borrões de imagem, característica que fazia mal a algumas pessoas.

Outro destaque é o fato de que o Crystal Cove utiliza uma série de pontos de infravermelho para definir a posição do jogador dentro do ambiente virtual. Com isso, é possível se agachar, levantar e desviar de possíveis golpes com uma precisão maior do que a versão anterior do produto da Oculus, além de melhorar o balanço da pessoa enquanto ela joga.

Contudo, de acordo com os responsáveis pelo projeto, o mais incrível é que a tela OLED escolhida para os novos óculos é de baixa persistência. Em uma explicação breve e simples, é como se o display ficasse piscando as imagens do game em questão no lugar de passá-las continuamente, como acontece nos filmes atuais.

E ainda há mais por vir

Acontece que o seu cérebro vai preenchendo as lacunas, criando as pequenas partes que faltam na sequência de ação. Palmer Luckey, fundador da Oculus, afirmou que este tipo de tecnologia faz uma diferença tremenda e melhora muito a experiência de realidade aumentada.

É claro que ainda não temos como confirmar que essas melhorias feitas a partir do Rift realmente são eficientes ou se elas levam a realidade para um outro patamar, mas essa novidade é bem promissora. Mais informações sobre o projeto vão ser divulgadas ainda na CES 2014, de maneira que você pode ficar ligado no Tecmundo para saber um pouco mais sobre o Crystal Cove.

Cupons de desconto TecMundo: