A antena de rádio que utiliza água do mar.

Fonte da Imagem: reprodução/YouTube

A SPAWAR (uma central que pesquisa e aplica soluções para a marinha americana) está desenvolvendo uma antena que utiliza água do mar para enviar e receber sinais de comunicação.

“Navios da marinha americana têm cerca de 80 antenas. Executar a integração entre as elas é um grande desafio, pois elas interferem facilmente entre si. A antena de água do mar foi criada para resolver este problema”, explica Daniel Tam, engenheiro da SS Pacific.

Confira o vídeo abaixo (em inglês) que mostra a tecnologia aplicada.

O design é bastante simples. Uma bomba manda um jato de água pela sonda condutora e gera sinais com recepção clara. Ela transmite e recebe frequências de 2 MHz até 400 MHz, portanto pode ser utilizada para HF, UHF e VHF.

A altura do jato determina o alcance das ondas (HF, VHF ou UHF). Ela pode ser aplicada em qualquer parte dos navios. O design simplificado permite variações de uso. Por exemplo, podem ser utilizados mais de um condutor e mais de um jato. E não é necessário estar em alto-mar.

Basta misturar sal na água para usar a antena em terra firme. Qualquer fonte pode ser uma antena em potencial. Em caso de tragédias em que as comunicações são comprometidas, condutores menores podem ser facilmente adaptados para uso.

A antena de água do mar aguarda patente e as pesquisas continuam, a fim de determinar possíveis usos da tecnologia no futuro.

Cupons de desconto TecMundo: