O fim de 2016 veio com notícias nada animadoras para a Qualcomm. Em uma carta aberta, a empresa revelou ter sido multada pela Comissão do Comércio Justo da Coreia (KFTC) no valor de 1,03 trilhões de won (o equivalente a 865 milhões de dólares) por quebra de lei antitruste.

A decisão teria sido tomada pela KFTC após notar uma série de violações regulatórias da gigante no território do país. Segundo eles, a empresa teria forçado as fabricantes de smartphones a licenciarem diversas de suas patentes mesmo quando não era necessário. A Qualcomm, por sua vez, discorda da decisão, dizendo acreditar que ela é “inconsistente com os fatos e a lei” e que “reflete um processo falho”.

A Qualcomm discorda fortemente da decisão anunciada pela KFTC, a qual a Qualcomm acredita ser inconsistente com os fatos e a lei, reflete um processo falho e representa uma violação dos processos legais devidos

Essa não é a primeira vez que a Qualcomm recebe uma multa pesada como essa, vale notar. Ainda em 2015, a empresa havia recebido penas semelhantes por quebra de lei antitruste na China, resultando em uma multa de US$ 975 milhões.

Não espere que essa história tenha um fim tão cedo, no entanto: como afirmamos antes, a Qualcomm deixou claro que vai apelar à decisão. Caso a multa seja aplicada de qualquer maneira (o que possivelmente vai acontecer), pode esperar um prejuízo e tanto para os ganhos da companhia dentro dos próximos meses. A empresa, por fim, deve pagar o valor dentro de 60 dias após a expedição da decisão.

Cupons de desconto TecMundo: