A atriz Scarlett Johansson está no centro de mais uma polêmica. Ela foi contratada pela marca de refrigerantes SodaStream, uma companhia pequena dos EUA, para ser a garota-propaganda dos refrigerantes da marca. O comercial gravado deveria ser exibido no intervalo do Super Bowl, evento de maior audiência na TV norte-americana.

Entretanto, a peça publicitária intitulada “Me desculpe, Coca-Cola e Pepsi” foi vetada pela Fox, que detém os direitos de exibição do evento, apenas por conta da citação do nome das duas concorrentes – ambas patrocinadoras da emissora. Por conta disso, uma versão sem a frase polêmica será exibida no próximo domingo na TV.

Entretanto, a versão completa está disponível no YouTube e você confere no vídeo acima. No comercial, Scarlett Johansson apresenta o produto e depois se pergunta: “como eu poderia fazer esse vídeo se tornar viral”? Em seguida o que vemos são uma série de poses insinuantes e provocantes da atriz, que é considerada uma das mulheres mais belas do mundo.

A controvérsia fez ainda com que a atriz deixasse o posto de embaixadora da organização beneficente Oxfam, uma ONG que luta pelos direitos humanos. A entidade foi contra a participação da atriz no comercial porque a SodaStream tem uma fábrica na Cisjordânia, um assentamento israelense requisitado pelos palestinos.

Cupons de desconto TecMundo: