Depois de todas as surpresas anunciadas pelas principais empresas do setor durante a E3 2016, muita gente estava achando que o mercado gamer iria esfriar um pouco até a próxima leva de evento. Ah, que doce engano! Ao que parece, uma documentação que circulou há algum tempo nos bastidores da indústria finalmente vazou de vez e foi disponibilizada publicamente na internet nesta quinta-feira (14). O teor do arquivo? Simplesmente uma avalanche de informações a respeito do aguardado novo console da Sony: o PS4 Neo.

Com a Microsoft roubando o show em sua apresentação na feira norte-americana quando o assunto foi hardware – revelando não um, mas dois novos aparelhos –, o público ficou se perguntando como a empresa japonesa iria encarar todo o poderio do já bastante aguardado Project Scorpio. Será que o Playstation 4 turbinado realmente daria conta de rivalizar com o hardware do futuro sucessor do Xbox One? Ao que parece, o PDF disponibilizado no site Scribd – e que pode ser baixado neste link – responde a essa e outras perguntas.

Será que o Playstation 4 turbinado realmente daria conta de rivalizar com o hardware do futuro sucessor do Xbox One?

Parte dessas informações havia dado as caras na web em abril, indicando que o suposto PS4K, 4.5 ou Neo vai modificar de forma bem sutil à arquitetura do equipamento original e que o projeto já estava em fase de testes – permitindo que parceiros já trabalhassem em cima do novo produto. O que dá mais força ao conteúdo do documento e acende a chama da atual disputa entre Sony e Microsoft é o fato de algumas fontes confiáveis do meio – como o analista ZhugeEX – terem confirmado que se trata de um material real, mesmo não sendo tão recente.

Ok, mas o que é possível tirar disso?

Em primeiro lugar, o vazamento praticamente confirma a notícia que as desenvolvedoras que lançarem títulos a partir de outubro serão obrigadas a dar suporte às duas versões do PS4 – garantindo boa performance no modelo clássico e promovendo uma experiência aperfeiçoada no hardware atualizado. Outro item interessante revela que, apesar de o novo equipamento ser capaz de renderizar jogos a 1440p, a resolução 1080p ainda é a mais indicada para os desenvolvedores – tendo um “custo-benefício” melhor na hora do upscale para TVs 4K.

A página da apresentação que fala sobre o hardware, por sua vez, mostra que a possível decisão da empresa japonesa em adiar o anúncio do PS4 Neo – inicialmente aguardado para a E3 –, pode ter sido bastante acertada. Isso porque, com base nos dados do PDF, as melhorias em cima das especificações do PlayStation 4 padrão são bem tímidas, ficando bem longe do upgrade programado pela Microsoft para o seu Scorpio.

O novo PS4 deve trazer em seu interior o processador, GPU, memória e HD praticamente idênticos aos do seu irmão mais velho. A diferença de performance para dar suporte à reprodução de vídeos em 4K e permitir uma taxa mais estável de quadros nos jogos vem de incrementos na frequência dos componentes ou em sua largura de banda. Para felicidade de quem costuma gravar vídeos no console, porém, esse boost pode ser suficiente para garantir que os arquivos capturados fiquem em 1080p em vez do já ultrapassado 720p.

Se tudo estiver certo com a documentação compartilhada na web, não deve demorar muito até que essas informações sejam confirmadas. Kit de desenvolvimento e versões de testes do video game teoricamente começaram a circular em abril e devem continuar em atividade até o mesmo mês de 2017. Apesar disso, um dos slides sugere que a produção em massa do aparelho deve começar no início do ano que vem, mesmo que a data definitiva de anúncio não tenha sido indicada.

Guarde dinheiro, muito dinheiro

E aí, será que esses planos mudaram desde a produção do PDF? Independentemente da resposta a essa questão, é inegável que os próximos 16 ou 17 meses vão ser bastante interessantes para qualquer gamer. Afinal, como não se empolgar com um provável PS4 turbinado, um misterioso Nintendo NX e um poderoso Project Scorpio – sem falar do pequeno gigante Xbox One S – mais adiante no horizonte, hein?

Cupons de desconto TecMundo: