Todos os amantes de tecnologia que se presem no mundo estão no mínimo curiosos a respeito do celular modular que a Google está desenvolvendo, conhecido como Project Ara. Embora o aparelho com capacidade de troca de componentes em pleno funcionamento tenha um lançamento esperado para o ano que vem, poucos vídeos do dispositivo em funcionamento surgiram até agora.

Uma das empresas que vêm trabalhando há alguns anos em um conceito de smartphone modular em parceria com a equipe da Google e da Motorola, a Phonebloks divulgou recentemente uma gravação que mostra seu progresso no desenvolvimento de um protótipo funcional. É possível ver claramente como os diferentes tipos de módulos se encaixam nos seus lugares e observar o aparelho ser inicializado em questão de segundos.

Com base no que podemos ver no vídeo, é possível imaginar que o primeiro smartphone vindo do projeto Ara pode não demorar tanto para chegar às prateleiras – embora não existam quaisquer garantias disso. Por enquanto, as falhas anteriores ajudam a manter todos céticos com relação ao sucesso da empreitada, cabendo às empresas envolvidas superar tais expectativas pessimistas.

Espalhando o conhecimento

Para ajudar a eliminar – ou pelo menos afastar – essas dúvidas, a Google anunciou recentemente duas novas conferências globais de desenvolvedores, ambas especialmente voltadas para o Project Ara e o kit de desenvolvimento de módulos. A versão 2.0 do pacote já está disponível, de forma que a gigante das buscas busca instruir os criadores interessados sobre as mudanças na novidade.

Durante esses eventos, os desenvolvedores e fabricantes de hardware terão a chance de compreender melhor o Ara e as formas como poderão utilizar a plataforma para começar a criar módulos para o eventual lançamento de celulares “montáveis”. As conferências serão realizadas em dois locais distintos, sendo a primeira em Mountain View, Canadá, no dia 14 de janeiro de 2015 e a segunda em Singapura no dia 21 do mesmo mês.

Além desses locais centrais, os eventos também serão transmitidos via satélite para outros escritórios específicos da Google. Enquanto a conferência canadense poderá ser assistida também nas sedes de Nova York, Buenos Aires e Londres, a de Singapura também estará disponível nos escritórios de Bangalore, Tóquio, Taipei e Xangai.

Posso ir?

Os presentes nos locais onde os eventos propriamente ditos terão acesso a tudo pessoalmente, mas as localizações das transmissões por satélite não contarão somente com vídeos – funcionários do Project Ara estarão disponíveis para ajudar os participantes. O preço dos ingressos varia em US$ 25 a US$ 200 (entre aproximados R$ 60 e R$ 481), dependendo de quem você é e qual a sua área de atuação.

Além disso, espera-se que a Google forneça seus habituais descontos voltados para estudantes, de forma que cada caso pode ter um valor diferenciado. Os interessados devem se inscrever no site do Project Ara (clique aqui) até 26 de novembro de 2014 e esperar por uma resposta da gigante das buscas para saber se seu pedido foi aceito, que devem chegar até o dia 2 de dezembro – tempo de sobra para se preparar para a viagem.

Cupons de desconto TecMundo: