(Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)

A cada dia, novos smartphones com serviços e aplicativos ainda mais interessantes surgem no mercado. Com eles, um simples celular não se limita a apenas ligar e a receber mensagens, mas ainda se transforma em uma TV ou um computador portátil.

Assim, todas essas novas tecnologias encontradas nos telefones criaram praticamente um dicionário inteiro — de A a Z — com termos que fazem parte de um único aparelho. E é nesse meio que a palavra baseband (algo como “banda base”) torna-se uma das mais importantes.

O que o baseband faz?

No seu smartphone, além do sistema operacional (como iOS ou Android) que comanda as funções gerais, o baseband seria, basicamente, uma “antena” do aparelho.

(Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)
Ele controla a frequência dos sinais emitidos pelo gadget. Em outras palavras: o baseband administra todas as comunicações de rádio e a troca de informações com a antena do dispositivo. Assim, se o seu smartphone recebe ligações e consegue captar os sinais das torres telefônicas, é tudo graças ao baseband — que no iPhone, por exemplo, ainda é responsável por comandar o Wi-Fi e o Bluetooth.

Atualizações e mais atualizações

Alguns usuários de smartphones já podem ter passado pela necessidade de atualizar o baseband. Entre as situações que podem levar a isso está a necessidade de melhorar a funcionalidade do modem do aparelho, especialmente quanto à conexão com as torres das operadoras.

É comum que o baseband seja atualizado automaticamente com o firmware, um pacote com dados essenciais ao telefone. Mas, dependendo da situação, torna-se necessário realizar um trabalho até mais manual para aprimorar os resultados — levando a utilização do "jailbreak", no iPhone, ou do "root" , no Android.

(Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)
Um dos motivos que levam à atualização do baseband em "parceria" com o jailbreak — processo que permite contornar algumas restrições colocadas nos dispositivos da Apple — está em ter um firmware que não possua compatibilidade com a rede brasileira (em muitos casos, a atualização automática do baseband oferecida pelo aparelho dá apenas compatibilidade com a rede americana).

Já uma das razões que beneficiam a realização do rooting (que permite o controle e administração de diversos arquivos) no Android está na possibilidade de aprimorar o baseband do smartphone, aumentando consideravelmente o sinal do seu dispositivo.

Avisos quanto às atualizações do baseband

Todas as atualizações citadas — sejam no iPhone ou no Android — devem ser realizadas de forma "segura", com bastante conhecimento dos passos que devem ser tomados. Ou seja: faça apenas se você tiver experiência. Caso o processo dê errado, você corre o risco de perder o funcionamento do seu smartphone, já que um erro no percurso que pode trazer, como exemplo, a incompatibilidade de sinais.

Assim, nossa dica é: opte apenas pelas atualizações oficiais, que permitirão ao seu smartphone uma boa cobertura de sinal, uma maior estabilidade de transmissão de dados e até um aprimoramento do desempenho do GPS.

Cupons de desconto TecMundo: