RTX 4090: tudo sobre a GPU e a arquitetura Lovelace da Nvidia

5 min de leitura
Imagem de: RTX 4090: tudo sobre a GPU e a arquitetura Lovelace da Nvidia
Imagem: The Verge/reprodução
Avatar do autor

A RTX 4090 já está no forno da Nvidia para ser lançada no fim desse ano. No entanto, com diversos rumores rondando a internet nos últimos meses, fica difícil acompanhar todas as prováveis especificações da GPU e das demais placas da vindoura arquitetura Ada Lovelace.

Pensando nisso, elaboramos um guia com as principais informações a respeito desses produtos, como especificações técnicas, consumo, provável desempenho, lançamento e preços.

Quem foi Ada Lovelace?

Antes de mais nada, vamos falar sobre a nova tecnologia das placas de vídeo da Nvidia. A empresa costuma nomear suas arquiteturas homenageando grandes mentes, como Nikolai Tesla, Blaise Pascal, Johannes Kepler e Alan Turing. Dessa vez, a escolhida foi Augusta Ada Byron King, conhecida como Ada Lovelace.

A mãe da programaçãoA mãe da programaçãoFonte:  Código Fonte/reprodução 

A Condessa de Lovelace é considerada a primeira programadora do mundo. No século XIX, Ada desenvolveu o primeiro programa de computador, digamos assim, que era um algoritmo usado por uma calculadora chamada Máquina Analítica.

RTX 4090

Por ser a primeira flagship da nova arquitetura da Nvidia, a RTX 4090 é alvo de grandes especulações por seu alto poder de fogo. Rumores recentes apontam que a placa deve ser 66% mais rápida que a RTX 3090 Ti, atual placa mais potente encontrada para computadores domésticos, enquanto a margem pode subir para estrondosos 82% quando comparada com a RTX 3090.

d  NVIDIA/divulgação 

A placa de vídeo terá a GPU AD102-300, mas apenas o modelo Ti receberá o chip totalmente ativado, segundo especulações. A RTX 4090 também deve ter 128 stream multiprocessors e um total de 16.383 núcleos CUDA, além de 96 MB de memória L2 cache e 384 ROPs.

O processo de fabricação é feito pela TSMC, utilizando a litografia de 5 nm. Sobre as frequências, o clock base será de 2235 MHz, enquanto o clock máximo deve estar na casa de 2750 MH, podendo ultrapassar os 2,8 Ghz em modelos customizados. A RTX 4090 utiliza 24 GB de VRAM GDDR6X, com clock de 21 Gbps e interface de 384-bit, gerando uma largura de banda de 1 TB.

Versões de 450 e 600W

A respeito do consumo dessa placa, novos indícios apontam que a companhia do lado verde vai lançar duas versões da RTX 4090: uma com 450W e outra com 600W. Ambas as variantes terão as mesmas frequências, mas como esperado, o modelo de 600W tem menor probabilidade de atingir seu TGP máximo e, consequentemente, deve proporcionar maior performance ao jogador. Além disso, as fabricantes terceirizadas de placas de vídeo, como ASUS e Gigabyte, devem informar na embalagem o número de watts das placas.

Lançamento

O lançamento da RTX 4090 é realmente uma grande incógnita, visto que diversas fontes confiáveis da indústria apontam para janelas distintas em algumas ocasiões, e a Nvidia vem adiando a chegada dessas placas internamente. No entanto, o mês de outubro acaba por ser o palpite mais plausível se olharmos o retrospecto recente da companhia.

Em relação ao preço, RTX 4090 deve ter um preço menor do que a RTX 3090 Ti, que tinha preço sugerido de US$ 1.999. No entanto, isso também significa que a nova geração será mais cara do que a RTX 3090 "normal", que custava US$ 1499 no lançamento.

RTX 4090 Ti

A irmã maior da placa anterior, a RTX 4090 Ti deve estar mais longe de ser lançada nos próximos meses, porém, isso não impediu insiders famosos de revelarem as especificações monstruosas dessa GPU.


Informações de maio apontavam para uma placa da Nvidia que também utilizaria o chip AD102, com TGP de 900W e incríveis 48 GB de memória VRAM GDDR6X e clock de 24 Gbps. Anteriormente, acreditava-se que essa placa seria a RTX 4090 "normal", porém, com o passar do tempo foi ficando claro que essa seria o modelo Ti.

Ainda no mês de maio, fotos dos dissipadores de calor da placa começaram a circular pela internet. O dissipador de calor traz uma estrutura parruda, mas o que chama a atenção é o aumento do baseplate prateado, ou seja, a placa de metal que entra em contato com o chip para realizar as trocas de calor. É interessante notar que o corpo das memórias VRAM também serão protegidos.

a  Chipwell Forums 

Mas nem tudo são flores, e o mesmo insider que revelou as possíveis especificações dessa placa revelou que ainda não havia confirmação se esse modelo realmente iria ver a luz do dia, ou morreria com apenas um teste interno.

RTX 4080 e RTX 4070

Por fim, a segunda parte do segmento topo de linha também teve diversas especificações vazadas nos últimos tempos. De acordo com os mesmos insiders, a RTX 4080 terá 16 GB de VRAM GDDR6X, também com clock de 21 Gbps, mas utilizando uma interface de 256-bit e largura de banda de 672 GB/s.

O TDP deve ser de 420W, considerando as reduções nas especificações da memória de vídeo. O chip utilizado será o AD103-300, que conta com 10.240 núcleos CUDA e 80 stream multiprocessors. O total de ROPs é de até 224, enquanto o cache L2 será de 64 MB.

Já a RTX 4070 é mais modesta, porém, deve conseguir chegar ao 4K com facilidade graças aos 6144 núcleos CUDA e até 56 stream multiprocessors, além de 160 ROPs e 46 MB de cache L2. A memória de 10 GB utiliza o padrão GDDR6X, com clock de 18 Gbps e interface de 160-bit. O TDP será de 300W.

Lançamento

Se com a RTX 4090 já estava difícil prever uma janela concreta, com essas duas GPUs a situação tende a ser ainda mais complicada. Ao que parece, a Nvidia está com receio de lançar ambas as placas ainda no fim do ano e ficar com grandes estoques da geração RTX 30XX presos, e por isso anunciou a redução no valor dessas placas.

Dessa forma, o cenário mais plausível seria esperar por essas GPUs no mês de janeiro ou fevereiro de 2023. Informações sobre o possível preço das placas não foram divulgadas.

Por conta da aparição de diversas informações se encontrando nos últimos meses, geração RTX 40XX e a arquitetura Ada Lovelace devem render bons frutos aos jogadores nos meses futuros.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.