Processadores Ryzen 7000 vão ter clocks de até 5,7 Ghz

1 min de leitura
Imagem de: Processadores Ryzen 7000 vão ter clocks de até 5,7 Ghz
Imagem: AMD/divulgação
Avatar do autor

Após ser ter sua data de lançamento oficializada para setembro pela AMD, a nova geração de processadores Ryzen 7000, de codinome Raphael, teve diversas especificações vazadas, incluindo frequências de até 5,7 Ghz no modelo mais potente do portfólio.

Os processadores inauguram a arquitetura Zen 4, e até o momento, serão quatro versões de CPUs lançadas: Ryzen 9 7900X e 7950X; Ryzen 7 7700X e o Ryzen 5 7600X. É curioso notar que não há menção a um possível Ryzen 7 7800X, o que pode indicar que a AMD lance o modelo apenas no futuro, ou com a tecnologia de 3D V-cache.

O topo de linha fica por conta do Ryzen 7950X, um processador de 16 núcleos e 32 threads, clock base de 4,5 Ghz e boost para até 5,7 Ghz, desbancando - teoricamente - o Intel Core i9-12900KS como CPU mais rápida do mercado; e 64 MB de cache L3.  O TDP fica na casa dos 170W, tornando o modelo exigente e possivelmente bem esquentadinho.

Já o Ryzen 7900X chegará com 12 núcleos e 24 threads, frequência base de 4,7 Ghz e máximo de 5,6 Ghz, tornando o produto um concorrente de peso ao Core i9-12900K. O Ryzen 7 7700X deve ter os já esperados 8 núcleos e 16 threads, com clock de 4,5 Ghz e boost para 5,4 Ghz. O TDP já deve ser mais baixo, com consumo abaixo dos 105W.

f  AMD/divulgação 

O Ryzen 7600X será o grande custo x benefício da série, assim como nas gerações anteriores. A AMD vai manter os 6 núcleos e 12 threads do processador, que ainda contará com frequência máxima de 5,3 Ghz. Ademais, vale notar que o TDP do novo modelo subiu consideravelmente para os 105W, em relação aos 65W do Ryzen 5600X.

Os processadores Ryzen 7000 deve chegar as lojas a partir do dia 15 de setembro, mas ainda não há informações concretas sobre o preço.