Apresentadora britânica engole um AirPod pensando ser vitamina

1 min de leitura
Imagem de: Apresentadora britânica engole um AirPod pensando ser vitamina
Imagem: Kirstie Allsopp/Instagram
Avatar do autor

A apresentadora de TV britânica Kirstie Allsopp tuitou no domingo passado (26) um comunicado meio esquisito: “Em outras notícias, acabei de engolir um AirPod enquanto tomava minhas vitaminas, não recomendo. Eu consegui vomitar sem ter que ir ao hospital, mas minha garganta está realmente muito dolorida”.

Allsopp, que apresenta um reality show sobre compra da primeira casa, tem sido criticada ultimamente por ter afirmado que os jovens não conseguem comprar suas moradias por exigirem alguns “luxos” que no tempo dela não existiam, como Netflix ou academia.

Por isso, a repercussão do incidente com o fone sem fio da Apple não foi recebido com tanto humor, como era de se esperar. Já irritados com a apresentadora, as reações se dividiram. Alguns disseram que ela inventou a história para recuperar a popularidade, enquanto outros sugeriram que o engano foi um erro ridículo.

Acidentes com Air Pods

Embora o caso possa parecer inverossímil para muita gente, a verdade é que AirPods não estão presentes apenas nos ouvidos de pessoas apaixonadas por produtos com a marca da maçã. Eles já frequentaram o trato intestinal de algun usuários pelo mundo. Em fevereiro do ano passado, um homem dormiu com seus AirPods, engoliu um deles e correu para o hospital após sentir um bloqueio no peito. Em 2020, uma criança de sete anos também engoliu um fone da Apple.

Por incrível que pareça, Allsopp disse que só percebeu o engano mais tarde, ao notar que um dos seus AirPods havia desaparecido e fez um checklist: “AirPods no bolso, vitaminas colocadas no bolso enquanto pego um copo d'água, joguei vitaminas na boca, engoli água; vá para o segundo momento: veja um AirPod na mão, confira o bolso, verifique a bolsa. Perceba que só há um lugar onde ele poderia estar”.

Fontes

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.