CPUs Ryzen 7000 podem ter melhorias no IPC e clocks com 5 Ghz

1 min de leitura
Imagem de: CPUs Ryzen 7000 podem ter melhorias no IPC e clocks com 5 Ghz
Imagem: Shutterstock
Avatar do autor

A AMD já está trabalhando na arquitetura Zen 4 há algum tempo, e com o lançamento da geração de processadores Ryzen 7000 "Raphael" marcada para o fim do ano, novos vazamentos mais específicos começaram a surgir. Dessa vez, benchmarks recentes apontam uma CPU de 8 núcleos com clock de 5,2 Ghz e muitas melhorias nas instruções por ciclos.

Durante uma série de testes no Openbenchmarking database, um processador com 8 núcleos Zen 4 foi encontrado com especificações no mínimo interessantes. Contando também com 16 threads, o modelo de testes tinha frequência de 5,21 Ghz, número bem alto quando comparado a atual geração Ryzen 5000.

Para efeitos de comparação, o processador mais potente da AMD para games, Ryzen 7 5800X3D, tem velocidades de 4,7 Ghz. Dessa forma, a nova arquitetura teria um salto de 11% em relação ao Zen 3. Olhando para a concorrência, o único que ultrapassa esse clock é o Intel Core i9-12900KS, com 5,5 Ghz.

Também é válido notar que os testes foram rodados em 16 GB de RAM, presumidamente no padrão DDR5. Porém, esse processador também está sendo equipado com uma iGPU baseada na micro-arquitetura RDNA2, listada como "GFX1036" com 512 MB de memória compartilhada e frequência na casa dos 2000 MHz.

Fonte:  AMD/Divulgação 

IPC deve ter salto de até 24%

O canal Moore's Law Is Dead publicou recentemente um novo vídeo com diversas novidades sobre a arquitetura Zen 4, e uma das principais informações seria o aumento de 15 a 24% das instruções por ciclo (IPC). Esse salto ainda faria o desempenho do single-thread subir entre 28 e 37%.

Outros detalhes já revelados mostram que a nova arquitetura da AMD ainda terá suporte a pistas PCIe Gen 5 para placas de vídeo, processadores, portas Thunderbolt 4.0, e mais. Confira a lista de melhorias:

  • 15 a 24% no aumento do IPC (Comparado ao Zen 3)
  • 8 a 14% de salto em frequências (Comparado ao Zen 3)
  • 28-37% no single-thread (Comparado ao Zen 3)
  • Aumento de desempenho em multi-thread (Comparado ao Zen 3)
  • 1 MB L2 / 4 MB L3 por núcleo vs 512 KB / 4 MB L3 ppor núcleo Zen 3)
  • Suporte ao PCIe 5.0 (Maior número de pistas)
  • Suporte de memória DDR5/LPDDR5 (Mais de 5200 MHz)

Por fim, o vazamento ainda revela que a janela de lançamento dos processadores Ryzen de desktop parece não ter sido alterada, mirando a segunda metade do ano, enquanto os modelos para notebooks só devem chegar no início de 2023.