AMD anuncia APUs Ryzen 6000 com RDNA2 para notebooks

1 min de leitura
Imagem de: AMD anuncia APUs Ryzen 6000 com RDNA2 para notebooks
Imagem: AMD
Avatar do autor

A AMD abriu sua conferência na CES 2022 apresentando os novos processadores Ryzen 6000 com arquitetura Zen3+ com melhorias em desempenho e projeto térmico. Além disso, o novo chip para notebooks é a primeira APU utilizando gráficos integrados RDNA2.

Diferente de notebooks que dependem de estarem conectados a alimentação externa para operar com o máximo de suas capacidades, o foco dos modelos equipados com os novos chips é entregar esse mesmo desempenho com boa autonomia de bateria, favorecendo a mobilidade.

Lisa Su revela os novos processadores AMD Ryzen 6000 durante a CES 2022Lisa Su revela os novos processadores AMD Ryzen 6000 durante a CES 2022Fonte:  AMD 

Maior autonomia e projeto térmico eficiente

Os novos Ryzen 6000 para notebooks conseguem entregar um desempenho 28% superior aos chips Ryzen 5000 com redução de até 40% no consumo de energia. Isso garante uma maior autonomia de bateria e temperaturas de operação inferiores.

Processadores Ryzen 6000 consomem até 40% menos bateria que os Ryzen 5000Processadores Ryzen 6000 consomem até 40% menos bateria que os Ryzen 5000Fonte:  AMD 

A arquitetura Zen3+ conta também com sensores aprimorados que conseguem regular com maior precisão a velocidade das ventoinhas, garantindo que o nível de ruído seja o menor possível, sem prejudicar as temperaturas de operação.

APU para brigar com placas dedicadas de entrada

Outra novidade importante é a presença das APUs com arquitetura RDNA2 com potencial para jogos em resolução FullHD e 60 fps, mesmo se tratando de uma placa integrada. Com isso, os produtos conseguem brigar até mesmo com laptops que possuem placas de vídeo dedicadas de entrada.

Chip do processador Ryzen 6000 para notebooks com APU RDNA2Chip do processador Ryzen 6000 para notebooks com APU RDNA2Fonte:  AMD 

A principal vantagem é que o desempenho em jogos com os chips Ryzen 6000 e gráficos RDNA2 integrados é o mesmo, ou até superior ao de GPUs dedicadas mais simples, mas com consumo de energia muito inferior e projeto térmico mais eficiente.

Jogos AAA rodam a 60 FPS e 1080p apenas com gráficos integrados e FidelityFXJogos AAA rodam a 60 FPS e 1080p apenas com gráficos integrados e FidelityFXFonte:  AMD 

Os modelos também trazem tecnologias DDR5/LPDDR5, PCIe 4, USB4, WiFi 6E e DisplayPort 2. Os primeiros notebooks equipados com as APUs Ryzen 6000 começam a chegar ao mercado já em fevereiro.