Criminosos usam Apple AirTags para roubar carros do Canadá

1 min de leitura
Imagem de: Criminosos usam Apple AirTags para roubar carros do Canadá
Imagem: Apple
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Criminosos que atuam na região de York, no Canadá, estão utilizando dispositivos da Apple para roubar carros. De acordo com o departamento de polícia local, os acessórios de rastreamento AirTags foram identificados na forma de atuação de ao menos cinco ocorrências registradas desde setembro de 2021.

A atuação é similar em todos os casos. Os criminosos esperam o carro ser estacionado em ruas ou estacionamentos públicos. Após o motorista sair, eles acoplam as AirTags em locais de difícil identificação pelos donos, como na traseira ou até na tampa de combustível.

Os AirTags são usados para que os criminosos acompanhem a localização dos carros e saibam inclusive onde as futuras vítimas moram. No momento mais propício, como durante a madrugada, eles fazem o roubo propriamente dito e levam o veículo.

Moradores foram aconselhados a procurar pelos dispositivos caso deixem o carro parado em uma via por bastante tempo. É possível que algumas pessoas recebam notificações de que há uma AirTag ativada próxima — mas isso só acontece com donos de iPhones.

Um dos locais usados pelos ladrões para fixar uma etiqueta inteligente da Apple.Um dos locais usados pelos ladrões para fixar uma etiqueta inteligente da Apple.Fonte:  OfficialYRP 

De acordo com as autoridades canadenses, os roubos de carro por métodos convencionais estão em alta na região e o número pode até crescer com a utilização de aparelhos tecnológicos como esse.