Western Digital quer fazer HDDs de até 22 TB a partir de 2022

1 min de leitura
Imagem de: Western Digital quer fazer HDDs de até 22 TB a partir de 2022
Imagem: Western Digital
Avatar do autor

A Western Digital divulgou os planos da empresa para o futuro durante a Wells Fargo TMT Summit e, dentre as novidades afirmou já ter tecnologia para produzir HDDs de até 22 TB a partir de 2022. Além disso, nos próximos anos pretende lançar drives de até 30 TB utilizando  apenas ePMR (energy-assisted perpendicular magnetic recording) e OptiNAND, sem a necessidade de gravação magnética assistida por calor (HAMR) ou gravação magnética assistida por microondas (MAMR).

Para o usuário doméstico, a busca por SSDs é muito superior que a dos HDDs, muito pelo desempenho e tempos de acesso. Porém, os discos rígidos tradicionais ainda são essenciais, especialmente para empresas que trabalham com enorme volume de dados como datacenters e servidores de armazenamento em nuvem.

HDD Western Digital com OptiNAND e ePMRHDD Western Digital com OptiNAND e ePMRFonte:  Western Digital 

Pensando nesse mercado cada vez mais voltado para operações em nuvem, a Western Digital continua a investir pesado no aumento do desempenho e capacidade de discos magnéticos. A maneira mais simples de aumentar a capacidade desse tipo de drive é aumentando o número de discos magnéticos.

Atualmente os drives de 20 TB da Western Digital contam com 9 discos de 2.2 TB cada, mas a empresa já quer lançar drives com 10 discos a partir de 2022, aumentando a capacidade para 22 TB.

Discos 30TB sem o uso de novos processos de escrita

Com seus discos de 20 TB, a empresa introduziu a combinação das tecnologias ePMR, de escrita magnética perpendicular assistida, e OptiNAND, que traz uma unidade iNAND embarcada para otimizar tempos de acesso, confiabilidade e capacidade máxima utilizada dos discos.

De acordo com a própria Western Digital, a OptiNAND tem potencial para permitir armazenamentos de até 50 TB, mas o limite sem mudar o processo de escrita para HAMR ou MAMR serão os 30 TB.


Isso significa que, em teoria, o OptiNAND ainda tem potencial para aumentar a densidade de dados dos discos de 2,2 TB para até 3 TB em um curto intervalo de tempo, por ser uma tecnologia amplamente utilizada nos drives magnéticos da Western Digital.