Relógio Casio F-91W ganha sensores e USB em projeto inovador

1 min de leitura
Imagem de: Relógio Casio F-91W ganha sensores e USB em projeto inovador
Imagem: Wikimedia Commons
Avatar do autor

Um projeto de código aberto disponibilizado na plataforma GitHub está propondo criar uma versão moderna do Casio F-91W, um dos relógios mais vendidos do mundo. Lançado em 1989, o acessório ainda atrai muitos usuários, mesmo com a chegada dos smartwatches e a sua extensa lista de recursos.

Intitulado “Sensor Watch”, o projeto criado pelo desenvolvedor Joey Castillo sugere substituir a placa original do clássico relógio de pulso por um microcontrolador SAM L22. Ela traz um pequeno processador ARM Cortex M0+, além de conector de nove pinos.

Ao trocar o hardware pelo modelo proposto, Castillo afirma ser possível modificar e personalizar o software original do F-91W, utilizando o código-fonte criado por ele. Com isso, o usuário teria a chance de adicionar novas funções ao dispositivo, dando uma cara mais moderna ao ícone da década de 1980.

O clássico F-91W e a sua placa original.O clássico F-91W e a sua placa original.Fonte:  GitHub/Reprodução 

Outro detalhe é que a placa sugerida permite a instalação de diferentes tipos de sensores, por meio do conector. Entre as possibilidades citadas, estão o uso de um acelerômetro (para detectar movimentos), magnetômetro (bússola) e porta USB (entrada e saída).

Criatividade

Quais novos recursos poderiam ser adicionados ao relógio da tradicional marca japonesa? O projeto Sensor Watch não menciona exemplos específicos do que fazer após a troca do hardware, deixando as possibilidades em aberto para quem estiver disposto a experimentar o código postado no GitHub.

Uma das limitações apontadas pelo desenvolvedor é o pouco espaço para instalar os sensores, que precisam ser planos e minúsculos. A partir daí, ele sugere ser criativo para superar os obstáculos e criar um modelo personalizado.

Originalmente, o Casio F-91W oferece funções como calendário, alarme e cronômetro, além de exibir as horas e contar com iluminação. Ele também é conhecido pela resistência à água, ter bateria de alta durabilidade (7 anos, segundo a fabricante) e por ser barato (modelos novos e originais custam menos de R$ 100, em média).