JBL lança personalização de fones e caixas de som no Brasil

1 min de leitura
Imagem de: JBL lança personalização de fones e caixas de som no Brasil
Imagem: JBL/Divulgação
Avatar do autor

A JBL anunciou na quinta-feira (7) a chegada do serviço de personalização de fones de ouvido e caixas de som ao Brasil. Com a novidade, os consumidores podem deixar os acessórios com uma cara diferente da original, adicionando textos, imagens e stickers, conforme suas preferências.

De acordo com a fabricante, o recurso de customização permite ao comprador colocar seu próprio estilo no dispositivo adquirido. Uma das alternativas é a possibilidade de gravar o nome no produto, facilitando a identificação, mas também dá para adicionar frases marcantes ou o trecho da sua música favorita, por exemplo.

Outra opção é usar uma foto marcante, como as imagens de um aniversário, reunião de família, viagens, formatura, encontro com amigos, a foto de um ídolo ou do seu animal de estimação. Há ainda a chance de personalizar o produto com algumas figurinhas, dando um estilo mais divertido a ele.

Inicialmente, a empresa oferece três produtos personalizáveis.Inicialmente, a empresa oferece três produtos personalizáveis.Fonte:  JBL/Reprodução 

Conforme a JBL, os espaços dedicados a receber a customização variam de um modelo para o outro. Nos fones de ouvido True Wireless (TWS), a impressão deve ser feita no estojo de carregamento, enquanto nas caixas de som ela acontece na grade do acessório.

Modelos disponíveis para customização

Na estreia do serviço de personalização de fones e caixas de som da JBL no Brasil, a novidade está disponível em três produtos. No caso dos fones, podem ser customizados os modelos JBL Tune 125TWS e JBL Tune 225TWS. Já a caixa portátil contemplada é a JBL Go 2.

Os itens personalizáveis estão à venda no site da JBL, que pede um prazo de até cinco dias para entregar o serviço após a confirmação da compra. Um detalhe importante divulgado pela marca é que ela utiliza uma ferramenta de inteligência artificial para analisar as imagens enviadas pelo cliente.

Em caso de identificação de conteúdos impróprios, o layout proposto pelo usuário pode ter que passar pela análise de uma equipe especializada para ser aprovado.

Fontes