Europa quer obrigar Apple a usar USB-C no carregador do iPhone

2 min de leitura
Imagem de: Europa quer obrigar Apple a usar USB-C no carregador do iPhone
Imagem: Pixabay
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Comissão Europeia anunciou, nesta quinta-feira (23), a proposição de um acordo em comum para que fabricantes adotem um padrão para os carregadores de dispositivos móveis. Com isso, até mesmo a Apple seria obrigada a usar a conexão USB em seus celulares.

O objetivo do documento é difundir a ideia de que a conectividade USB-C deve ser adotada como entrada padronizada de recarga de smartphones, tablets, câmeras, fones de ouvido, alto-falantes e até consoles portáteis.

O motivo da proposição é uma preocupação comercial e outra ambiental: a quantidade de carregadores circulando é exagerada e gera impactos ambientais que poderiam ser evitados, além de eventualmente confundirem o consumidor a respeito de diferentes fabricantes que adotam padrões próprios.

O que mais pode mudar?

Fora o padrão ser o USB-C, as autoridades ainda querem quue o carregamento rápido seja ajustado para que empresas não limitem a velocidade de recarga de acordo com o aparelho conectado e adotem a mesma configuração independente do dispositivo — sem privilegiar apenas a própria marca, por exemplo.

Outro tópico obrigatório é o aumento de transparência para o consumidor, fornecendo detalhes mais específicos sobre o desempenho do processo.

Além disso, em uma medida que pode ser polêmica, a comissão sugere que a venda de carregadores seja desvinculada da comercialização de dispositivos para reduzir a quantidade de acessórios redundantes no mercado, ou seja, se o padrão for adotado, nem todo aparelho novo precisaria acompanhar um periférico próprio.

Próximos passos

A proposição agora será debatida pelo parlamento da União Europeia antes de virar um procedimento legal. Caso aprovado em todas as instâncias, as fabricantes terão um período de adaptação de 24 meses antes de qualquer tipo de fiscalização ou multas.

Mais conversas sobre o formato do padrão do carregador em si devem ser realizadas para ajustes. Até agora, nenhuma fabricante se pronunciou oficialmente sobre o caso — inclusive a Apple, famosa por fugir do convencional e utilizar os conectores Lightning em boa parte dos modelos.

Debates a respeito foram iniciados ainda em 2018, sob o argumento de que carregadores antigos e incompatíveis com modelos de smartphone lançados ao longo dos anos geravam uma alta quantidade de lixo eletrônico. Em seguida, a comissão realizou um estudo de impacto para avaliar os custos e benefícios e, em janeiro de 2020, iniciou a criação de uma resolução sobre o tema.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.