iPhone 13 não teve aumento de RAM em relação ao iPhone 12

1 min de leitura
Imagem de: iPhone 13 não teve aumento de RAM em relação ao iPhone 12
Imagem: Apple/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Focando sua publicidade na "justa integração" entre os componentes e o sistema, a Apple não costuma divulgar a quantidade de RAM em seus dispositivos portáteis — embora haja exceções, como o iPad Pro. Dessa vez, com o anúncio do iPhone 13, não foi diferente: a definição da característica ficou por conta dos entusiastas.

Por meio de documentos do Xcode, especialistas verificaram que o iPhone 13 e sua variante mini têm "apenas" 4 GB de RAM, enquanto as versões Pro e Pro Max contam com 6 GB — um aumento modesto, mas que beneficia os novos recursos apresentados pela empresa. Assim, foi possível confirmar que a nova linha não recebeu melhorias nesse aspecto em relação aos modelos anteriores da linha iPhone 12, contudo, isso não indica que o desempenho final não tenha melhorado.

Possivelmente, o ganho de desempenho dessa geração pode ficar por conta do novo processador A15 Bionic, que seria até "50% mais rápido" do que os modelos concorrentes, como sugere a Apple. Robusto, o componente pode ser mais eficiente mesmo em quantidades "pequenas" de memória, todavia, a empresa não divulgou dados mais específicos sobre esse fator.

Característica do novo processador A15 Bionic. (Fonte: Apple / Reprodução)Característica do novo processador A15 Bionic. (Fonte: Apple / Reprodução)Fonte:  Apple 

Exceções bem-vindas

Além do redesign visual, o iPad mini de 6ª Geração recebeu mais memória RAM, totalizando 4 GB de capacidade. As mudanças o tornam mais robusto e parecido com o iPad Air, sendo agora um pouco mais apto a realizar tarefas com maior demanda de hardware. Por outro lado, o iPad base de 8ª geração continuou com 3 GB de RAM, quantidade presente na linha anterior.