Produção do novo Apple Watch atrasa por dificuldades técnicas

1 min de leitura
Imagem de: Produção do novo Apple Watch atrasa por dificuldades técnicas
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A próxima geração do relógio inteligente da Apple, que deve ser chamado de Apple Watch Series 7, passa atualmente por atrasos na etapa de fabricação em pequena escala.

Segundo o site Nikkei Asia, as fornecedoras e os responsáveis pela produção encontraram obstáculos para lidar com os "designs complicados" do modelo, o que gerou "desafios críticos na busca por um desempenho satisfatório de produção".

Em outras palavras, os modelos que saíram até agora da linha de montagem não têm a qualidade esperada, algo que precisa ser corrigido em conjunto pela Apple e suas parceiras.

Um problema atrás do outro

Os relatos apontam que o design complicado e diferente da geração anterior é um dos fatores principais, mas há também problemas ao conectar todos os módulos, componentes e camadas da tela. Por isso, a fabricação teria sido pausada até que os obstáculos sejam identificados e resolvidos. 

Só então que o aparelho vai entrar na fabricação em larga escala e, dependendo de quanto tempo isso vai levar, a Maçã pode ter que lidar com atrasos no lançamento ou baixos estoques.

Confira: iPhone 13 fará chamadas mesmo sem sinal de celular, diz analista

Efeitos da pandemia por causa da covid-19 também atrapalham o processo, pois as viagens de representantes para as fábricas estão mais raras, com algumas regiões voltando a restringir atividades por causa da variante Delta.

O que vai mudar?

Segundo vazamentos anteriores, a 7ª geração do relógio inteligente da Apple terá uma tela plana e laterais mais achatadas, ao estilo iPhone 12, sem contar os alto-falantes maiores. Além disso, uma técnica inédita de laminação é aplicada para deixar o display ainda mais fino. O modelo pode ser apresentado junto da próxima geração do iPhone ainda neste mês. Ao menos por enquanto, a Apple não comentou oficialmente o caso.

Fontes