Amazon dá US$ 10 a quem cadastrar palma da mão em novo sistema

1 min de leitura
Imagem de: Amazon dá US$ 10 a quem cadastrar palma da mão em novo sistema
Avatar do autor

A Amazon apresentou nos Estados Unidos uma nova promoção que bonifica quem estiver disposto a entregar ainda mais dados nas mãos da companhia.

Segundo o site TechCrunch, a empresa está oferecendo um crédito de US$ 10 para usuários que cadastrarem a palma da mão para uso nos terminais de pagamento Amazon One, conectando o serviço com a sua própria conta da empresa.

A plataforma de biometria foi anunciada em 2020 e, depois de um período de testes, foi expandida para mercearias da modalidade Amazon Go, livrarias e algumas lojas parceiras na região norte-americana de Seattle.

Tem algum risco?

Segundo a própria Amazon, a leitura da palma da mão é realizada a partir de uma série de comparações anonimizadas, evitando a exposição da sua privacidade e protegendo a informação em caso de vazamentos, por exemplo.

Por outro lado, o cadastro faz com que você tenha hábitos de consumo ainda mais registrados pela empresa, que terá acesso a informações extras para enviar anúncios personalizados.

O anúncio da "troca" dos seus dados pelo bônus de US$ 10.O anúncio da "troca" dos seus dados pelo bônus de US$ 10.Fonte:  Amazon 

Além disso, esses dados ficam salvos "indefinidamente" nos servidores, a não ser que o usuário opte por apagá-los ou deixe de usar o serviço por mais de dois anos. Segundo o site The Verge, como a configuração da palma não pode ser trocada como uma senha, por exemplo, sistemas de cartões de crédito por aproximação ou pagamento com dispositivos vestíveis, como relógios inteligentes, podem ser alternativas menos inseguras. Procurada pelo TechCrunch, a Amazon não comentou oficialmente o lançamento da promoção.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.