Ryzen 4700S: AMD pode vender PCs com 'hardware reciclado' do PS5

1 min de leitura
Imagem de: Ryzen 4700S: AMD pode vender PCs com 'hardware reciclado' do PS5
Imagem: AMD
Avatar do autor

Nesta sexta-feira (30), a AMD registrou quatro novos conjuntos do Ryzen 4700s para computadores na Comissão Econômica da Eurásia (EEC, na sigla em inglês). Com isso, o  componente, que supostamente conta com o mesmo hardware do Playstation 5, pode estar chegando para outras plataformas e deve ser vendido em mais locais futuramente.

O conjunto Ryzen 4700S, construído com base em uma placa-mãe de formato Mini-ITX, possui um SoC construído com a arquitetura Zen 2 e ganhou notoriedade ao aparecer em junho, quando também foi considerado uma versão "reciclada" do Xbox Series X. Seu processador é robusto, com 8 núcleos e 16 threads, sendo capaz de atingir até 3,2 GHz de frequência. Curiosamente, a placa de vídeo integrada (iGPU) está desativada no modelo, o que seria o motivado para o kit não ser utilizado no console de nova geração da Sony.

Neste contexto, o conjunto conta com a presença de um encaixe PCIe 2.0 x16, com quatro de suas vias com suporte para eletricidade — recomendadas para o uso de GPUs "leves", como a série Radeon RX 500 e Nvidia GTX 10. Similarmente, o SoC pode possuir 8 GB ou 16 GB de memória GDDR6 da SK Hynix, funcionando a 14 Gbps, conforme sua variante.

Conjunto Ryzen 4700S. (Fonte: Disclosuzen via Tom's Hardware / Reprodução)Conjunto Ryzen 4700S. (Fonte: Disclosuzen via Tom's Hardware / Reprodução)Fonte:  Disclosuzen via Tom's Hardware 

Considerando que o conjunto Ryzen 4700S está atualmente limitado para fabricantes chinesas, é possível que AMD esteja planejando uma expansão para sua venda em outros países. Entretanto, como explica o site Tom's Hardware, empresas costumam efetuar registros no EEC com um longo período de antecedência de seu suposto lançamento, que pode não ocorrer.

A fonte também explica que a AMD pode ter se deparado com uma grande quantidade de Playstation 5 defeituosos, abrindo uma demanda não planejada para a venda do Ryzen 4700S fora da China. Resta aguardar o posicionamento da empresa sobre o caso.