Vale mais a pena comprar celular no Amazon Prime Day ou na Black Friday?

4 min de leitura
Imagem de: Vale mais a pena comprar celular no Amazon Prime Day ou na Black Friday?
Imagem: Daniel Romero/Unsplash
Avatar do autor

O Amazon Prime Day começou nesta segunda-feira (21) e segue até amanhã (22), prometendo ser uma ótima oportunidade para trocar de smartphone. Considerando as edições passadas do evento, a gigante do comércio online deve oferecer descontos tão bons quanto os vistos na Black Friday, garantindo uma ótima oportunidade para trocar de celular.

A dúvida que fica é: vale a pena investir em um aparelho agora, durante o evento da Amazon, ou é melhor esperar pela Black Friday, que é realizada na última semana de novembro?

Confira aqui alguns pontos técnicos e mercadológicos que podem ser úteis na hora de decidir se você deve trocar de celular agora ou esperar alguns meses para adquirir um novo aparelho.

Celulares de 2020 devem receber descontos

Como o Prime Day acontece no final deste 1º semestre, a tendência é que os melhores descontos apareçam para smartphones lançados no ano passado, ou seja, não espere ver grandes promoções na Amazon com celulares trazendo o novo Snapdragon 888, por exemplo.

A promoção da Amazon pode ser uma boa oportunidade para adquirir celulares interessantes que chegaram ao mercado no fim do ano passado. Modelos equipados com chips, como o Snapdragon 865, antigo top de linha da Qualcomm, finalmente devem receber descontos interessantes.

O Samsung Galaxy S20 FE, por exemplo, recentemente chegou ao Brasil com o modelo equipado com o processador da Qualcomm. Lançado no final de 2020 a partir de R$ 4,5 mil, ele alcançou seu menor preço em março deste ano e atualmente pode ser encontrado a partir de R$ 2,4 mil, de acordo com o comparador de preços Zoom. Na Amazon, porém, ele está custando a partir de R$ 2,8 mil.

Samsung FE

O Xiaomi Mi 10T é outro modelo com o processador top de linha do ano passado. Lançado no 3º trimestre de 2020, o celular chegou custando cerca de R$ 5,5 mil, e seu preço tem caído drasticamente desde abril. Nesse começo de semana, o produto está no patamar de R$ 2,6 mil na Amazon.

Xiaomi Mi 10T

Confira, a seguir, outros modelos lançados no 2º semestre do ano passado e um comparativo entre os seus preços nessa Amazon Prime Day.

  • iPhone 12: lançado com preços a partir de R$ 8 mil, atualmente pode ser encontrado a partir de R$ 6,4 mil.
  • ROG Phone 3: lançado com preços a partir de R$ 5,8 mil, atualmente pode ser encontrado a partir de R$ 4,8 mil.
  • Moto G 5G: lançado com preços a partir de R$ 2,8 mil, atualmente pode ser encontrado a partir de R$ 2,2 mil.

É importante lembrar que esses são os preços na Amazon, mas nem todos os modelos estão com descontos na ação promocional da loja virtual. Por causa disso, caso o consumidor queira adquirir um modelo, é essencial comparar os valores com outros estabelecimentos.

Possíveis descontos da Black Friday 2021

Os consumidores têm visto, há alguns anos, uma alta considerável no mercado de eletrônicos. Fatores como a desvalorização do real frente ao dólar, a falta de componentes e as centenas de problemas causados pela pandemia (como falhas de logística) fizeram os preços subirem ou pelo menos se manterem em alta por um tempo maior. As placas de vídeo, por exemplo, estão entre os itens que mais sofrem nesse quesito.

Por causa desse cenário e da própria flutuação do mercado, é difícil prever como os preços estarão no final do ano, durante a Black Friday. A data já se tornou uma das mais importantes do comércio brasileiro, apesar das acusações de promoções falsas, que até rendeu o apelido de “Black Fraude”.

Smartphone

Portanto, para tentar fazer um diagnóstico, nós pegamos a média de quanto o preço dos smartphones lançados no final do ano passado caiu no meio de 2021 para alcançar um valor possível que os aparelhos custarão em novembro. Além da queda natural no valor dos produtos, a data promocional ainda deve oferecer descontos (é a expectativa).

Confira, a seguir, uma estimativa de quanto os aparelhos lançados neste ano poderão custar na Black Friday.

  • Motorola Moto G30: lançado por R$ 1,9 mil, pode chegar à Black Friday custando R$ 1,3 mil.
  • Motorola Moto G100: lançado por R$ 4 mil, pode chegar à Black Friday custando R$ 2,7 mil.
  • Redmi Note 10: lançado por R$ 2,8 mil, pode chegar à Black Friday custando R$ 1,9 mil.
  • Xiaomi Mi 11: lançado por R$ 8 mil, pode chegar à Black Friday custando R$ 5,5 mil.
  • Samsung Galaxy S21: lançado por R$ 6 mil, pode chegar à Black Friday custando R$ 4,1 mil.
  • Samsung Galaxy S21+: lançado por R$ 7 mil, pode chegar à Black Friday custando R$ 4,8 mil.

Ressaltamos que os valores citados acima são apenas uma expectativa e que não há validade científica. Por isso, o melhor é se manter atualizado e sempre pesquisar em ferramentas de histórico de preço, bem como ficar de olho nas ofertas.

Celulares que devem chegar no 2° semestre

Além dos vários modelos já lançados até junho, o ano de 2021 ainda reserva várias novidades para os consumidores. Os novos lançamentos prometem aquecer as vendas e na lista estão vários modelos que são sonhos de consumo para muita gente.

É importante ficar atento aos novos aparelhos e às suas especificações, porque dependendo da sua vontade, vale a pena esperar um pouco mais e guardar dinheiro para comprar um celular mais atualizado no final do ano.

Confira, abaixo, alguns modelos que são esperados para o 2° semestre de 2021.

Imagem: Experimente o Amazon Prime
Imagem: Tecmundo Recomenda

Experimente o Amazon Prime

Com 30 dias grátis você poderá aproveitar das séries, filmes, músicas, ebooks, frete grátis e vários descontos exclusivos para assinantes. Conheça o serviço e após, pague apenas R$ 9,90/mês.

Vale mais a pena comprar celular no Amazon Prime Day ou na Black Friday?