Xiaomi Mi Band 6 chega ao Brasil mais cara e com bateria de 14 dias

1 min de leitura
Imagem de: Xiaomi Mi Band 6 chega ao Brasil mais cara e com bateria de 14 dias
Imagem: Xiaomi/Divulgação
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Além de trazer para o Brasil o novo Mi 11, a Xiaomi também lançou no mercado brasileiro, nesta terça-feira (8), a nova Mi Smart Band 6. Custando R$ 700, a pulseira inteligente traz uma tela maior e oxímetro (SpO2) para monitoramento dos níveis de oxigênio no sangue. Para efeito de comparação, a Mi Band 5 foi lançada por R$ 499.

A Xiaomi incluiu na Mi Band 6 a capacidade de monitorar 30 exercícios físicos, que vão desde alongamentos até treinos de alta intensidade (HIIT, ou High Intensity Interval Training). Entre as atividades, seis delas podem ser detectadas e monitoradas automaticamente.

Xiaomi Mi Band 6Nova Mi Band 6 será vendida no Brasil com pulseiras nas cores preto, azul, laranja, amarelo, oliva e marfim.

Também sobre o monitoramento da saúde do usuário, o gadget acompanha a frequência cardíaca e faz rastreamento de sono (incluindo cochilos, REM e qualidade de respiração). Outra função também habilita o monitoramento de estresse, que traz atividades de respiração.

A Mi Band 6 também auxilia no monitoramento do ciclo menstrual e, assim como em outros gadgets do tipo, acompanha os passos do usuário.

Mesmo visual, tela maior

Mas a Xiaomi não mexeu muito no design do dispositivo. O visual é bastante similar ao da Mi Band 5, mas a tela agora tem 1,56 polegadas de tamanho e resolução de 326 ppp (486 x 152p). Ela ocupa uma maior área do corpo da pulseira e traz tecnologia AMOLED, prometendo brilho de até 450 nits. A companhia também destaca que a Mi Band 6 tem 60 mostradores.

Já a bateria do gadget traz 125 mAh de capacidade, que devem garantir até 14 dias de autonomia. Entre os sensores, a Mi Band 6 traz giroscópio, acelerômetro e Bluetooth 5.0. No Brasil (e em outros mercados fora da China), a pulseira não possui NFC. Ela também é compatível com iOS (a partir do 10) e Android (a partir do 5.0).

Xiaomi Mi Band 6 chega ao Brasil mais cara e com bateria de 14 dias