JBL Tune 215: graves acentuados e 25 horas de música [Review]

2 min de leitura
Imagem de: JBL Tune 215: graves acentuados e 25 horas de música [Review]
Avatar do autor

Fones de ouvido Bluetooth são itens praticamente obrigatórios no nosso dia a dia. Seja para fazer exercícios, videochamadas, ouvir aquele podcast favorito ou para curtir um som.

Conhecida por suas caixas de som potentes e seus graves fortes, a JBL também tem alguns modelos de fone de ouvido TWS (true wireless). Passei as últimas semanas testando o JBL Tune 215 e vou contar a minha experiência pra vocês.

Design

O Tune 215 tem o design bem estilo Airpods da Apple, o que não o classifica como totalmente in ear, já que que ele tem uma haste onde ficam os microfones. Sua construção em plástico o torna leve e confortável (62g), permitindo que você fique com eles por horas sem se incomodar.

Os fones se adaptam muito bem à orelha e a caixa acompanha três tamanhos diferentes de borrachinhas. Ideal para quem curte ficar ouvindo podcasts, que geralmente são mais longos, enquanto pratica outra atividade: exercícios leves ou até mesmo limpando a casa.

JBL Tune 215JBL Tune 215. (Imagem: Alan Leocádio/TecMundo)

O estojo também é leve e compacto, porém não se engane pela construção em plástico, pois a primeira impressão é de que ele é mais robusto do que outros fones que já testei.

Recursos

Ambos os fones estão equipados com botões físicos multifuncionais para te deixar cada vez mais longe do smartphone.

  • Do lado esquerdo: tocar uma vez avança a faixa, tocar duas vezes retrocede a faixa, ao receber chamadas tocar uma vez atende/encerra a ligação, tocar e segurar por 2 segundos muta/desmuta o microfone.
  • Do lado direito: tocar uma vez dá play/pause na música, tocar duas vezes aciona o assistente virtual, ao receber chamadas tocar uma vez atende/encerra a ligação.

JBL Tune 215JBL Tune 215. (Imagem: Alan Leocádio/TecMundo)

Também é possível utilizar os fones em modo mono, um de cada vez, ou estéreo utilizando os dois ao mesmo tempo.

O Bluetooth 5.0 é um diferencial para que você possa circular em vários cômodos da casa sem perder a conexão.

Bateria

No quesito bateria, ele cumpre o que promete: 25 horas de música sem precisar recarregar. Os fones têm autonomia de 5 horas e mais 20 horas contando a recarga do estojo, para que você possa ficar o dia todo sem nem chegar perto de uma tomada. Sem contar que você pode usar um fone só de cada vez, deixando um carregar enquanto utiliza o outro.

A carga completa do estojo leva 2 horas e graças à entrada USB-C, você pode dar uma carga rápida de 15 minutos, o que vai te dar 1 hora de música.

JBL Tune 215JBL Tune 215 (Imagem: Alan Leocádio/TecMundo)

Qualidade do som

Quem conhece a qualidade da JBL já sabe o que esperar: graves bem acentuados, agudos nítidos e médios mais recuados, ideal para quem gosta de funk ou hip-hop, por exemplo, em que os graves são bem presentes.

Na primeira impressão em relação ao som, senti que ele é um pouco baixo em relação a outros que já testei, mas nada que comprometa a qualidade do som.

Vale a pena?

Ao considerar sua faixa de preço, entre R$ 380 e R$ 450, valeria mais a pena investir R$ 50 a mais no Galaxy Buds, que entrega 6 horas de bateria e um aplicativo dedicado.

JBL Tune 215JBL Tune 215. (Imagem: Alan Leocádio/TecMundo)

O JBL Tune 215 está longe de ser um fone ruim, mas acredito que existem outras opções melhores no mercado. Esse fone é uma ótima pedida para quem já conhece a sonoridade da JBL.