Documentos vazados da Apple podem melhorar manutenção do MacBook Pro

1 min de leitura
Imagem de: Documentos vazados da Apple podem melhorar manutenção do MacBook Pro
Avatar do autor

A Apple foi vítima de uma invasão nas últimas semanas que resultou no pedido de um resgate de US$ 50 milhões para que esquemas de engenharia e fabricação de seus dispositivos não fossem liberados na internet. Mesmo antes do fim do prazo, parte dos documentos foram liberados — e eles agora podem ter uma consequência positiva e acidental.

Segundo uma reportagem da Vice, especialistas em manutenção do MacBook Pro estão utilizando as informações divulgadas para melhorar a qualidade da assistência técnica de laptops da Apple. Isso porque as informações ajudam os profissionais de manutenção a compreender melhor o funcionamento e a conexão entre componentes internos do modelo, em detalhes que a própria Maçã não fornece normalmente.

Ao compreender melhor as placas lógicas dos MacBooks, que são algumas das peças mais complexas do modelo e que podem resultar em procedimentos de reparo caros, o grupo alega que pode realizar ajustes menos danosos e sem afetar os dados armazenados.

Escolha difícil

A questão ética é complicada: os especialistas estão compartilhando os PDFs por fora para aprender mais sobre os modelos e melhorarem os reparos, mesmo sabendo que a forma de obtenção é ilegal.

"Eu não estou dizendo que sou a favor de pessoas hackeando computadores para conseguir essa informação. Eu preferiria ter ela indo até a Apple e dando US$ 1 mil todo ano para ter essa informação", disse Louis Rossmann, chefe de um grupo de reparos nos Estados Unidos que foi consultado pela reportagem original.

Outro profissional da mesma área afirma que os diagramas sozinhos não podem causar problemas para a marca e só provam como ela muda poucos elementos internos a cada geração.

Fontes

Documentos vazados da Apple podem melhorar manutenção do MacBook Pro