Tudo o que a Apple lançou no evento desta terça-feira (20)

3 min de leitura
Imagem de: Tudo o que a Apple lançou no evento desta terça-feira (20)
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Apple acaba de concluir seu primeiro evento de lançamentos de 2021 com uma série de novidades. A empresa trouxe novos produtos e serviços, e nenhum deles foi apenas uma atualização simples da geração anterior.

Novos iMac

A mudança mais radical aconteceu nos iMac. Os all-in-one da Apple agora têm um design extremamente fino, com apenas 11 milímetros de espessura na parte principal do corpo. A tela de 24 polegadas abriga todos os componentes do dispositivo, mas não deixa transparecer nenhum tipo de calombo ou protuberância.

Isso aconteceu porque a Apple abandonou os chips Intel x86 para usar o próprio M1, o mesmo que a empresa já havia colocado nos últimos MacBook Pro e MacBook Air. Os novos computadores serão vendidos em sete cores vivas, e o cabo de energia de 2 metros será conectado magneticamente.

Os novos computadores da Apple estarão disponíveis no mercado internacional a partir do dia 30 com preço inicial de US$ 1.299, o equivalente a R$ 7.180 na cotação de hoje. No Brasil, o mesmo produto será vendido por R$ 17.599.

Novo iPad Pro

A Apple caprichou no novo iPad Pro. Assim como o novo iMac, o tablet da Apple agora conta com chip M1, o que dobra seu poder de processamento em relação à geração anterior, segundo a Maçã. Isso é interessante porque o iPad Pro passado já era muito mais poderoso que os principais concorrentes, e não havia aplicativo na loja da Apple capaz de travar "o bicho".

Outras novidades no iPad Pro 2021 incluem tela Liquid Retina XDR na versão de 12,9 polegadas, com qualidade similar à do monitor profissional da marca, e conexão 5G.

O novo iPad Pro com tela de 11 polegadas e conectividade apenas Wi-Fi chega ao mercado internacional também em 30 de abril por US$ 799 (o equivalente a R$ 4,4 mil na cotação de hoje). A versão de 12,9 polegadas custará a partir de US$ 1.099 (R$ 6 mil na cotação de hoje), também com Wi-Fi.

No Brasil, o novo iPad Pro mais barato sairá por R$ 10.799, e preço do modelo maior começará em R$ 14.799.

AirTags

Depois de anos da possibilidade de a Apple lançar um aparelho que permitiria encontrar objetos "não inteligentes", como chaves, carteiras e afins, finalmente fomos apresentados às AirTags. Como os rumores previam, trata-se de um dispositivo que pode ser encontrado pela mesma rede do "Encontre meu iPhone". Quando se ativa o recurso no celular para encontrar a tag, é possível inclusive saber em qual direção a AirTag está e a quantos metros de distância.

As AirTags também começam a ser vendidas no dia 30 deste mês no exterior. No Brasil, ainda não há data de lançamento, mas os preços começarão em R$ 369 no pacote com uma unidade e R$ 1.249 no pacote com quatro.

Apple TV 4K

A Apple também lançou uma nova versão da Apple TV. O aparelho agora tem chip A12 Bionic, o que garante um desempenho muito melhor que o do aparelho anterior. Só que a novidade mais interessante é o novo controle remoto.

Antes odiado por muitos fãs da Apple, agora é mais prático, conta com mais botões e pode até mesmo ligar o televisor. Também é possível calibrar a imagem da TV de acordo com os padrões mais recomendados pela indústria do audiovisual usando o iPhone e a Apple TV 4K em um processo bastante simplificado.

apple tvNova geração da Apple TV 4K conta com novo processador e controle remoto (Divulgação)

O novo aparelho chega a 30 países na segunda metade de maio custando US$ 179 (R$ 1 mil na cotação de hoje) nos EUA e R$ 2.399 no Brasil.

iPhone 12 e mais

Tivemos também o lançamento de mais uma cor para os iPhone 12 e 12 mini. O aparelho da Maçã agora estará disponível em roxo.

iphone roxoNova cor dos iPhone 12 e 12 mini.

O Apple Podcasts foi totalmente remodelado pela empresa, permitindo que os ouvintes paguem uma assinatura mensal para aproveitar o melhor conteúdo disponível na plataforma. Por fim, também há uma novidade no Apple Card, o cartão de crédito da Maçã, que agora contabiliza o score de crédito dos usuários de forma diferente e passa a permitir a emissão de cartões para dependentes maiores de 13 anos de idade.

Tudo o que a Apple lançou no evento desta terça-feira (20)