Qualcomm promete novas CPUs personalizadas de notebooks para 2022

1 min de leitura
Imagem de: Qualcomm promete novas CPUs personalizadas de notebooks para 2022
Imagem: Qualcomm
Avatar do autor

A Qualcomm confirmou nesta terça-feira (16) que completou a aquisição da NUVIA, uma empresa de design de tecnologia e fabricação de CPUs formada por ex-funcionários de marcas como Apple e ARM.

A negociação de US$ 1,4 bilhão significa muito mais do que a absorção de uma possível futura concorrente. O objetivo é aproveitar a expertise da companhia para criar processadores personalizados de nova geração para notebooks e outros dispositivos portáteis, com foco em eficiência energética e uso do 5G — com design totalmente interno, sem depender de intermediárias.

O que vem por aí?

Segundo a Qualcomm, as tecnologias da nova subsidiária serão aplicadas em "smartphones top de linha, laptops e cockpits digitais, assim como sistemas avançados de assistência de direção".

As novas CPUs feitas pela Qualcomm farão parte da plataforma Snapdragon e devem ser enviadas para as fabricantes interessadas no segundo semestre de 2022, o que significa que os primeiros modelos podem sair até o final do ano que vem. De acordo com o site Android Authority, a movimentação é uma clara resposta aos avanços da Apple no setor com o chip próprio M1.

Mais novidades na área

Além disso, segundo o WinFuture, a Qualcomm também está pronta para colocar no mercado um sucessor do chip Snapdragon 7c. O modelo é voltado para laptops de menor desempenho ou simplesmente mais baratos, como os Chromebooks, e deve ser uma variação do Snapdragon 775, chip octa-core já utilizado em alguns smartphones.

Por enquanto, não há uma confirmação por parte da empresa ou previsão de lançamento do processador.

Qualcomm promete novas CPUs personalizadas de notebooks para 2022