Como garantir que MacBook com chip T2 não seja inutilizado em revenda

1 min de leitura
Imagem de: Como garantir que MacBook com chip T2 não seja inutilizado em revenda
Imagem: 9to5Mac
Avatar do autor

Desde 2018, o chip de segurança T2 foi adicionado a MacBooks Pro e Air, assim como aos dispositivos iMac Pro e Mac mini. Ele é responsável por criptografar dados e prevenir que softwares não autorizados sejam rodados nos equipamentos. Apesar de ser uma medida bem-vinda em caso de furtos, o chip pode inutilizar modelos destinados à revenda, doação ou reciclagem.

Quem traz essa informação é o iDrop News, que explica que, ao destinar tais dispositivos a terceiros, é importante formatá-los para não haver o risco de que eles percam a funcionalidade. Isso porque, para restaurá-los nos padrões de fábrica, é exigida a senha definida pelo usuário original – e, sem ela, nada pode ser feito sem a intervenção de funcionários da própria Apple, os únicos que possuem acesso ao software oficial de diagnóstico da empresa.

Apenas proprietário original e funcionários da Apple têm acesso a tela de configuraçãoApenas proprietário original e funcionários da Apple têm acesso a tela de configuraçãoFonte:  Macworld UK 

Passo a passo para formatar seu Mac

John Bumstead, refurbisher de produtos da marca, conta que cerca de 20% a 30% dos equipamentos com o chip não são resetados. Devido ao fato, Macs usados não podem ser vendidos ou são totalmente desmontados em peças avulsas, mesmo com pleno potencial de uso. O único problema deles é justamente estarem bloqueados.

Portanto, para que não haja dor de cabeça tanto para o proprietário que repassa intencionalmente seu dispositivo quanto para quem o recebe, basta seguir o passo a passo abaixo:

  • Saia da sessão de todos os aplicativos relacionados ao usuário, como iCloud, iMessage e iTunes;
  • Formate o disco rígido e reinstale o macOS seguindo as instruções da Apple;
  • Após o processo, depois da reinicialização, na tela de boas-vindas, pressione command-Q para desligá-lo e deixá-lo pronto para o novo proprietário.

Caso queira se certificar de que seu aparelho possui o T2, realize os seguintes comandos:

  • Abra o menu do seu dispositivo, clicando no canto superior esquerdo;
  • Selecione “Sobre Este Mac”;
  • Clique em “Relatório do Sistema”;
  • Na tela que se abrir, clique em “Controle” ou “iBridge”;
  • Caso apareça a informação “Apple T2 chip”, é sinal de que ele possui, sim, o dispositivo.
Como garantir que MacBook com chip T2 não seja inutilizado em revenda