IA deve ser regulada 'sem dúvidas', diz CEO da Google e Alphabet

1 min de leitura
Imagem de: IA deve ser regulada 'sem dúvidas', diz CEO da Google e Alphabet
Avatar do autor

O CEO da Google e agora também da Alphabet, Sundar Pichai, escreveu um editorial para o site The Financial Times com algumas de suas preocupações a respeito de inteligência artificial. De acordo com o executivo, o setor inteiro precisa ser regulamentado de alguma maneira.

"Companhias como as nossas não podem simplesmente construir novas e promissoras tecnologias e deixar o mercado forçar a decisão de como elas devem ser usadas. Cabe igualmente a nós ter certeza de que essa tecnologia é direcionada para o bem e esteja disponível a todos", escreve.

Segundo Pichai, "novas e apropriadas regras" devem ser apresentadas, mas ele diz ainda não ter sugestões de como lidar com o assunto. Entretanto, ele afirma que "princípios que ficam apenas no papel não têm sentido", colocando dúvidas até mesmo nos próprios lemas da Google no caso da ausência de uma regulamentação.

Quais são os perigos?

Diferente de Elon Musk, que há anos diz que a IA acabará com o ser humano, as preocupações do CEO da Alphabet estão em temas como vigilância em massa e violação de direitos humanos, incluindo tecnologias como reconhecimento facial e o uso de deepfakes.

Só que o uso incorreto dessas plataformas não é o único problema: um alinhamento internacional e que envolva todo o mercado é uma tarefa árdua, mas crítica para tornar a segurança realidade nesse setor.

IA deve ser regulada 'sem dúvidas', diz CEO da Google e Alphabet