Tá chegando! Conheça a origem da Black Friday Chinesa

3 min de leitura
Imagem de: Tá chegando! Conheça a origem da Black Friday Chinesa
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Black Friday ocidental todo mundo já conhece. Um dos eventos que o Brasil também adotou como seu para fazer uma das maiores movimentações no e-commerce nacional e internacional. Agora, você sabia que a China também tem sua própria Black Friday e que há formas de aproveitá-la daqui? Entenda mais o assunto lendo o artigo.

Antes de tudo, é importante esclarecer que a Black Friday Chinesa não tem esse nome por lá. Nas terras orientais, o evento é chamado de Single’s Day (“Dia dos Solteiros”, em português). Sozinho, o Single’s Day é capaz de movimentar o e-commerce mais do que a Black Friday de muitos países ocidentais, até mesmo dos Estados Unidos ou de vários outros combinados.

O dia marcado para o evento é o dia 11 de novembro (11/11) de todo ano. O motivo? O dia 11 representa, para eles, uma pessoa sozinha. No começo, o dia era apenas reservado para festivais, shows e outras formas de entretenimento; contudo, com o tempo, foi somado a esse significado descontos mais generosos no e-commerce chinês.

(Fonte: The Drum/Reprodução)

O Single’s Day começou na Universidade de Nanquim, em 11 de novembro de 1993. Apenas homens participavam das atividades e se tornou muito popular entre as universidades. O grande objetivo dessa data era dar a oportunidade desses rapazes de encontrar um par romântico, até mesmo proporcionando encontros às cegas.

Observando essa oportunidade e o crescimento do poder aquisitivo de jovens, varejistas locais notaram um potencial nessa data. Então, neste dia, todo o comércio chinês celebra com os jovens — agora, incluindo mulheres

China lá, eu aqui: como aproveitar o evento do Brasil?

O segredo para aproveitar essa cultura chinesa daqui é simples: importação. Sites que vendem produtos chineses, como AliExpress, Gearbest e Banggood são bons exemplos de varejistas confiáveis para pesquisar por bons preços de produtos chineses.

Importar produtos pode ser um medo de muitos. No entanto, passa a ser infundado com inúmeras ferramentas de proteção ao consumidor que essas lojas maiores oferecem — isso se você não se aventurar por lojas locais menores.

(Fonte: Mercado & Produto/Reprodução)

A Gearbest, por exemplo, já calcula o valor em reais durante a pesquisa e ao chegar na seção de pagamento de cada compra, são somadas as taxas usuais ao valor do produto. Portanto, comprar de fora passa a ser tão simples quanto comprar em lojas brasileiras.

Obviamente, vale ressaltar que o tempo de entrega costuma ser maior e que é sim possível que alguma coisa dê errado no meio do caminho. Por outro lado — como já dito —, lojas maiores normalmente oferecem ferramentas de proteção e que garantem a entrega do seu produto. Logo, é importante checar quais são eles e como acioná-los caso for necessário.

Por fim, é interessante ter conhecimento de mais um evento internacional para procurar pelo melhor preço em algum objeto de desejo. Não deixe de conferir quais lojas estarão participando do dia e de seguir as mesmas dicas de pesquisa para a Black Friday.

O que tanto o povo compra?

Há algumas marcas que são muito procuradas pelos brasileiros em lojas chinesas, como Xiaomi e Huawei, por exemplo. Nós do TecMundo falamos muito sobre elas, e alguns produtos se sobressaem no quesito popularidade. A lista abaixo mostra alguns dispositivos que são os queridinhos de muitos leitores:

  1. Xiaomi Mi Band 4

  2. Xiaomi Redmi AirDots

  3. Huawei Honor Band 5

  4. Huawei P30 Lite

  5. Xiaomi Mi 9T

As melhores ofertas da China estão no TecMundo!

A Black Friday Chinesa vai acontecer em 11 de novembro, mas nosso ESQUENTA DE OFERTAS já está rolando para você começar a economizar desde já! Confira nossa plataforma recheada de promoções e não deixe de encontrar seus produtos favoritos e com o melhor preço. 

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Tá chegando! Conheça a origem da Black Friday Chinesa