Imagem de: Samsung deve 'se inspirar' na Apple em novo Galaxy Watch Active

Samsung deve 'se inspirar' na Apple em novo Galaxy Watch Active

1 min de leitura
Avatar do autor

A guerra entre as grandes concorrentes de smartphones procura inovações para conquistar o coração do consumidor, e o mesmo acontece com o setor de smartwatches. Assim, tudo indica que a Samsung seguirá os passos da Apple e incluirá funções de eletrocardiograma (ECG), detecção de queda e fibrilação atrial na próxima versão do Galaxy Watch Active.

O Apple Watch 4 já oferece essas funções e ganhou uma boa parte do mercado com isso, e os usuários do Active 2 poderão medir e capturar o ritmo cardíaco diretamente do aparelho no punho e compartilhar os dados com médicos, assim como acontece com o relógio da Maçã.

A medição de fibrilação é importante por ser um tipo comum de arritmia cardíaca que, se não tratada, pode levar a um derrame. Em caso de queda forte, o relógio mostrará um alerta, e, se o usuário não responder dentro de certo período, será realizada uma chamada de emergência, o que pode facilmente salvar vidas.

Samsung Galaxy Watch Active deve receber segunda versão em breve. (Fonte: Clipset/Manu Contreras)

Assim como a Apple, que teve que pedir liberação para a Food and Drug Administration (FDA), imagina-se que a Samsung terá que fazer o mesmo processo. Dessa forma, é possível imaginar que o relógio inteligente poderá ser lançado sem a função, a princípio, e depois receber uma atualização.

Com relação ao visual, pouca coisa mudará, de acordo com as informações vazadas pelo portal SamMobile. A nova versão viria em duas opções de tamanho: 40 mm e 44 mm e sem painel giratório, assim como os dispositivos anteriores.

A empresa ainda não confirmou a data de lançamento do equipamento, mas há rumores de que a novidade poderia ser divulgada com o Galaxy Note 10, em agosto.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Samsung deve 'se inspirar' na Apple em novo Galaxy Watch Active