Xiaomi concentrou as atenções no mercado de smartphones no final de maio, quando apresentou seus novos Mi 8, incluindo uma versão translúcida exibindo vários de seus componentes. Um dia depois, porém, o moderador do fórum da HTC, Chengming Alpert, questionou a veracidade dos itens exibidos por ali. Agora, a sugestão de que tudo não se passava apenas de “decoração” vem por meio do próprio Alpert.

O rapaz veiculou nesta segunda-feira (30) fotos do que seriam a placa-mãe do aparelho. As imagens foram flagradas no microblog chinês Weibo e então compartilhadas por Alpert — no melhor estilo “eu já sabia”. Assim, a conclusão é de que a Xiaomi tenha trabalhado em uma ilusão de ótica capaz de ilustrar os circuitos de forma tridimensional e bastante convincente.

Vale destacar que a Xiaomi não divulga isso como uma grande “vantagem” do Mi 8 Explorer e o que fica visível seria uma recriação cosmética dos objetos reais — com uma finalidade de ser algo curioso, e não técnico. Ou seja, a traseira é transparente e o que você vê faz realmente parte da placa-mãe, contudo, os objetos são uma recriação estilizada dos componentes reais, para fins “ilustrativos”.

 

O Xiaomi Mi 8 Explorer Edition vem com processador Snapdragon 845, com display AMOLED de 6,1 polegadas, memória RAM de 8 GB e armazenamento interno de 128 GB. O dispositivo também conta com câmera dupla traseira de 12 MP cada e uma frontal, de 20 MP, bateria de 3000 mAh e reconhecimento facial semelhante ao Face ID, mas para Android.