Pesquisadores da Universidade de Tóquio ganharam o prêmio "VANT'' (Veículo Aéreo não Tripulado) na Conferência Internacional de Robótica e Automação de 2018, no mês passado, pelo seu robô aéreo que pode se transformar em diferentes formas no ar. O drone ainda é um protótipo, mas seus recursos de mudança de forma podem ser vistos neste vídeo não listado do YouTube publicado pelo IEEE Spectrum:

O protótipo é chamado de DRAGON, que é a abreviação de " Dual-rotor embedded multilink Robot with the Ability of multi-deGree-of-freedom aerial transformation", segundo Laboratório de Sistemas Jouhou Kougaku (JSK Lab) da Universidade de Tóquio. O drone dragão é projetado para ser um UAV autônomo que pode se adaptar para voar através de obstáculos.

A idéia do DRAGON, que é composto por quatro propulsores, é que ele pode mudar de forma para se encaixar através de diferentes lacunas e estruturas, de acordo com o Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos . As formas vão de Serpente em linha reta, na vertical, e na diagonal, além de "quadrado".

1

Em outras palavras, você pode se esconder, mas não pode correr. Felizmente, o protótipo visto no vídeo só pode voar por cerca de três minutos.

O vídeo mostrou o protótipo começando de uma forma quadrada e se estendendo para uma figura semelhante a uma cobra. A transformação é apenas o começo dos verdadeiros potenciais do VANT. O dragão drone será projetado para um dia ser capaz de agarrar objetos como um braço humano, por exemplo.

Até então o domínio na criação de robôs macabros estava com a Boston Dynamics, que inclusive afirmou que estará comercializando os "robôs cachorros" já em 2019, mas pelo visto temos mais um grupo de pesquisadores entrando no páreo.