Após anunciar recentemente o investimento em drones personalizados voltados para a construção civil, a empresa chinesa DJI, fundada em 2006, volta a chamar a atenção do mercado para segmentos com interesse em captação de imagens.

Dessa vez, o motivo são drones personalizados acompanhados de uma câmera Zenmuse XT2, último lançamento no segmento de captação de imagens de alta qualidade.

A novidade é uma parceria firmada entre a marca e a FLIR Systems, reconhecida como a maior fabricante de sistemas de imagem infravermelha do mundo. O modelo da câmera é baseado na Zenmuse XT, lançada pela marca em 2015.

1

As câmeras se diferenciam dos modelos comuns por serem térmicas. Ou seja, apresentam grande resistência a altas temperaturas e são capazes de captar imagens em situações de risco, até mesmo de objetos imperceptíveis aos olhos humanos.

Drones com câmeras infravermelho atuarão em situações de risco

Acopladas aos drones, câmeras com essas características podem ajudar de forma efetiva em desastres naturais, acidentes e outras situações de risco. 

2

As imagens são captadas em infravermelho porque o modo QuickTrack é responsável por centralizar a câmera em um determinado alvo enquanto o modo HeadTrack detecta e diferencia as imagens por campos de calor. Outro dispositivo de alarme é capaz de reconhecer se determinado objeto corre o risco de exceder os limites de calor que podem provocar uma explosão, por exemplo. 

A aposta da DJI em fins particulares para os drones é uma prova de que o uso inteligente dos objetos voadores ainda é uma área profícua a ser explorada.

Cupons de desconto TecMundo: