Apple lançou seu mais recente top de linha mês passado, o iPhone X, e muitos especialistas o consideram um salto no desenvolvimento dos smartphones, tanto por seu design quanto pelos recursos que traz. Um dos que mais ganhou destaque foi o Face ID, um sistema de reconhecimento facial tridimensional que aumentou muito a segurança do aparelho, com uma taxa de falha de uma em um milhão.

Como muita gente previa, a ferramenta certamente está sendo estudada e copiada pelos concorrentes da Apple, especialmente empresas que trabalham com o sistema operacional da Google. Phil Schiller, vice-presidente sênior de marketing, foi entrevistado pela publicação holandesa Bright e declarou que nenhuma alternativas ao Face ID para Android é boa.

phil schillerPhil Schiller, vice-presidente sênio de marketing da Apple

Nada ainda é bom

Para o Face ID, precisávamos da melhor maneira possível que nos permitisse desbloquear facilmente nosso dispositivo com o nosso rosto

“Todas as alternativas para Android não prestam. Elas não funcionam de todas as maneiras que precisamos que o Face ID trabalhe”, explica Schiller. “Para o Face ID, precisávamos da melhor maneira possível que nos permitisse desbloquear facilmente nosso dispositivo com o nosso rosto, de forma protegida com o Secure Enclave, e suportar todas essas outras coisas. Tivemos que resolver tudo isso”, concluiu o vice-presidente.

Dentre os sistemas de reconhecimento facial ou de íris que funcionam em Android estão o da Samsung, que estreou na linha Galaxy Note, e o da OnePlus, presente no OnePlus 5T. O ano de 2018 certamente vai trazer uma série de outros smartphones top de linha com algum tipo de tecnologia de segurança que envolve a identificação do rosto ou dos olhos do usuários para tentar rivalizar com o Face ID da Apple.

Cupons de desconto TecMundo: