Não deveria ser uma surpresa que o barulho feito por drones, que em muitos casos mais parece um enxame de abelhas enviado diretamente do inferno, incomoda mais que o feito pelo motor dos carros e caminhões.

Mas a NASA conduziu um estudo preliminar para confirmar esse fato, de qualquer forma, e constatou que o som dos pequenos robôs voadores, mesmo quando no mesmo volume dos outros veículos, causa mais incômodo aos ouvidos – na verdade, a agência chegou à conclusão de que o “bzzzzzz” dos drones é como se um carro de repente estivesse à metade da distância original.

A pesquisa foi feita com 38 participantes, que ouviram gravações de drones que estão disponíveis no mercado em diferentes velocidades e altitudes. As pessoas deveriam classificar os sons em uma escala que ia de “não irritante” até “extremamente irritante”, considerando fatores como intensidade e por quanto tempo o barulho perdurava. Pouquíssimos participantes ouviram conseguiram identificar os sons dos drones.

Os pesquisadores, no entanto, acreditam que as pessoas consideraram o som dos carros menos irritantes porque, de alguma forma, já estamos mais acostumados com ele. “Não começamos esse teste pensando que teria uma diferença tão significante”, explicou o coautor do estudo, Andrew Christian.

O objetivo da pesquisa, também, era verificar se as instalações de pesquisas acústicas da NASA em Langley, no estado de Virginia, poderiam contribuir para os estudos da agência sobre drones.

“O resultado pode levantar algumas dúvidas sobre a ideia de que operadores de drones podem ser recebidos com oposição mínima relacionada ao barulho contanto que os sons não sejam mais altos que as soluções convencionais de entregas”, conclui o documento.

Cupons de desconto TecMundo: