Especula-se que a Apple esteja tentando conseguir pagar menos pelos processadores da próxima geração de dispositivos móveis para a Samsung e a TSMC. Apesar de tudo indicar que a taiwanesa TSMC vá recusar a proposta, a Samsung concordou em dar desconto nos chips, oferecendo à Apple “serviços de back-end quase gratuitos” na tentativa de “garantir a maioria dos pedidos de chip A9”.

Tanto Samsung quanto TSMC estariam apostando forte no fornecimento dos processadores A9 para a Apple.

É provável que a Apple esteja usando o processo de fabricação de chips FinFET para conseguir concessões da TSMC, que tem relativamente poucas encomendas de outros clientes. Uma redução na demanda da Apple – que consome 30 mil unidades por mês e passaria para menos de 20 mil chips FinFET – faria com que a companhia de Taiwan tivesse que lidar com a significativa diferença entre o pedido original da Apple e a capacidade de produção da empresa.

Negócios importantes para as empresas asiáticas

Tanto Samsung quanto TSMC estariam apostando forte no fornecimento dos processadores A9 para a Apple, cada uma delas buscando desenvolver processos de produção capazes de gerar chips menores, mais poderosos e eficientes.

Apesar da indicação de que a Samsung poderia tornar-se fornecedora exclusiva dos processadores A9 para a Apple, a TSMC mostrou que não está fora da jogada, providenciando a produção dos chipsets para iPads, normalmente mais poderosos que os de iPhone. Ainda não está claro qual será o impacto dessa negociação no preço final desses produtos.

Você acha que os descontos nos processadores A9 para a Apple resultariam em diminuição do preço do produto final? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: