Neste ano, a TSMC conseguiu um acordo muito rentável com a Apple, se tornando a única fornecedora dos processadores que podemos encontrar nos iPhones 7 — estamos falando de chips Apple A10 com litografia de 16 nanômetros. Como você pode imaginar, a empresa já se prepara para conseguir repetir a dose no próximo ano, com o A11 que virá no próximo smartphone da Maçã.

Ao que tudo indica, este próximo processador vai ser feito com litografia de 10 nanômetros — um grande avanço em relação ao formato atual. E parece que a companhia taiwanesa quer realmente acelerar os processos para os anos que virão em seguida.

Novas informações da Ásia mostram que a TSMC planeja investir em uma nova planta de US$ 15,7 bilhões para criar a indústria com a capacidade de "montar os chips mais avançados do mundo". De acordo com o site Nikkei Asian, a empresa estaria buscando apoio governamental para a realização do projeto.

Quando esta nova planta estiver pronta, a TSMC espera ser capaz de produzir processadores com litografias de 5 nm e 3 nm. Ainda não há como dizer quando isso vai acontecer, mas é certo que veremos novidades bem interessantes no mercado de semicondutores nos próximos anos.

.......

Será que os chips com litografia de 3 nanômetros podem revolucionar o mercado?

Cupons de desconto TecMundo: