A rede Amazon há muito vinha planejando a expansão para o Oriente Médio e nesta semana deu um passo importante para se tornar uma grande referência também naquela região: comprou a souq.com, empresa que comercializa objetos de decoração, papelaria, acessórios e moda, conhecida por muitos como “a Amazon do Oriente Médio”.

Negócio teria sido fechado em algo perto de US$ 650 milhões

“A Amazon e a souq.com compartilham do mesmo DNA — ambos somos guiados por consumidores, invenções e ideias a longo prazo”, afirmou o vice-presidente sênior da gigante varejista, Russ Grandinetti. “Estamos ansiosos para aprendermos e ajudá-los com nossa tecnologia e recursos globais.”

Os números não foram revelados, porém conversas de bastidores indicam que no final de 2016 os fundadores da Souq pediam algo em torno de US$ 1 bilhão. A Emaar Malls, filial de uma grande companhia imobiliária de Dubai, teria oferecido US$ 800 milhões e a Amazon, talvez pelo poder de penetração em outras regiões, teria vencido a disputa com US$ 650 milhões.

A popularidade da Souq

O site souq.com foi criado em 2005 e desde então acumula mais de 45 milhões de acessos mensais. Em fevereiro de 2016, de acordo com informações da própria empresa, conseguiu mais de US$ 275 milhões junto a investidores internacionais — entre eles o Standard Chartered Private Equity e o International Finance Corporation — para financiar a expansão no Oriente Médio e norte da África, com ênfase nos Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita e Egito. Sua linha de produtos supera a marca de 8,4 milhões de itens.

O desafio da Amazon será lidar com algumas limitações na região. Os consumidores não costumam usar cartões de crédito e operam mais com opções pré-pagas. Além disso, não há uma plataforma de distribuição que atenda todos os endereços de forma unificada, o que obrigou a Souq a construir redes de correios em locais de difícil acesso.

Rebranding

A Amazon ainda não falou sobre a possibilidade de criar seu próprio logotipo ou fazer o famoso “rebranding”. Como isso não aconteceu com a Zappos, o Twitch e o IMDb, pode ser que a identidade visual da Souq permaneça a mesma.

Amazon movimentou aproximadamente US$ 26 bilhões na América do Norte, segundo números da empresa no último trimestre de 2016

A companhia segue investindo em outras frentes, como o serviço de streaming online, e tem como principal base de atividades o comércio varejista online. De acordo com dados do último trimestre de 2016, movimentou US$ 26 bilhões na América do Norte e US$ 14 bilhões em outras regiões do mundo.

Cupons de desconto TecMundo: