(Fonte da imagem: Reprodução/The Drinks Business)

Se alguma vez você já encarou a repetitiva tarefa de acelerar um pouquinho o computador da sua mãe, então é provável que esteja familiarizado com a rotina de limpar pastas e aceitar ou excluir cookies. O fato é que esses pequenos arquivos são uma das partes mais arcaicas da internet que ainda utilizamos nos dias de hoje. Por pouco tempo, no que depender da Google.

De acordo com uma reportagem do USA Today, a gigante das buscas está desenvolvendo seu próprio sistema de rastreamento das atividades online de cada pessoa. O sistema, que foi identificado como AdID, substituiria os cookies HTTP de terceiros e forneceria informações as anunciantes e redes de venda de propagandas online que aceitassem o conjunto de orientações e controles de privacidade da empresa.

A Google não se pronunciou publicamente sobre o assunto, mas disse ao The Verge por email que está trabalhando para melhorar os atuais sistemas de rastreamento. “Acreditamos que aprimoramentos tecnológicos podem aumentar a segurança dos usuários ao mesmo tempo em que garantem que a web continue economicamente viável. Nós e alguns outros temos alguns conceitos nessas áreas, mas todos ainda estão em estágios iniciais”, disse a empresa.

O que está por vir

(Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

Durante os próximos meses, a companhia deve entrar em contato com representantes da indústria da propaganda, reguladores governamentais e grupos de consumidores. A nova tecnologia deve permitir que quem está na internet limite o rastreamento de anúncios e até mesmo bloqueie firmas de coleta de dados específicas por meio de novas configurações de navegador.

A gigante das buscas está também considerando permitir que o sistema restaure os parâmetros dos browsers automaticamente uma vez por ano. Outra possibilidade é que os usuários possam criar múltiplos perfis AdID para utilizar em sessões de navegação que queiram manter ainda mais privadas do que o comum.

Embora a novidade seja um prato cheio para adeptos de teorias da conspiração, já que significaria que a companhia que lidera o mercado de anúncios online também controla o rastreamento de dados, a medida parece fornecer um controle muito mais forte aos usuários do que atualmente é possível. Resta agora aguardar o desenvolvimento e ver no que dá.

Cupons de desconto TecMundo: