(Fonte da imagem: iStock)

Duas vezes por ano, o Google libera um relatório de transparência, que analisa o estado da privacidade online e até que ponto os usuários de seus serviços estão realmente no anonimato. A nova versão do estudo indica um aumento constante na vigilância por órgãos do governo, que cada vez mais solicitam a retirada de conteúdos e a entrega de dados de usuários.

De acordo com dados revelados pela empresa, agências governamentais ao redor do mundo fizeram 20,9 mil pedidos de informações apenas no primeiro semestre de 2012. 1,7 mil requisições para retirada de conteúdo foram registradas junto ao Google, com solicitações de remoção de 17,7 mil páginas dos mecanismos de pesquisas do Google.

Na divisão por países, os Estados Unidos foi o campeão no número de solicitações, com quase três vezes mais pedidos que o segundo colocado, a Índia. O Brasil aparece entre os dez maiores nesse quesito, com críticas a governantes e órgãos públicos no topo da lista de solicitações de remoção. 834 perfis do Orkut também foram retirados do ar por falsificação de identidade.

O Google afirmou que analisa cada caso particularmente, tendo o veto aos bloqueios sempre como a primeira opção. A empresa luta para manter o nível de solicitações atendidas sempre baixo.

Cupons de desconto TecMundo: