(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

Depois dos rumores sugerindo o desenvolvimento do iPad Maxi (com tela maior) e do iPhone 5s (com densidade de pixels elevada), uma notícia sugere que a Apple pode tomar um rumo diferente, para continuar na corrida de portáteis, lançando uma versão de baixo custo do iPad Mini.

Conforme a previsão do analista da Citigroup, Glen Yeung, a companhia teve sua margem de lucro reduzida devido às vendas incessantes de tablets (de baixo custo) com Android. Além disso, o iPad mini não atingiu as metas que foram previstas pela Citigroup.

Segundo a publicação no Barron’s, a Apple pode partir para um mercado mais econômico, lançando um iPad mini com preço entre US$ 200 e 250. Somente com uma tática similar a empresa vai conseguir competir com os tablets da Google e da Amazon. Yeung aposta na fabricação do aparelho já em agosto e o anúncio oficial em setembro.

As pessoas querem um iPhone mais barato

“Devido a falta de inovação perceptível nos iPhones mais recentes, os modelos antigos tiveram um aumento na porcentagem de vendas. Antes do lançamento do iPhone 4S, aparelhos mais velhos totalizavam algo entre 15 e 20% das vendas. Depois disso, as versões anteriores (iPhone 4 e 3GS) subiram as vendas e chegaram em um número entre 20 e 25% do total”, nota Yeung.

(Fonte da imagem: Reprodução/Apple)

O analista ainda relata que com o iPhone 5, os dispositivos predecessores passaram para 30% das vendas. Essa busca por smartphones mais baratos é uma tendência que não deve mudar com o próximo iPhone. Partindo dessa ideia, as previsões são de que a Apple também embarque na produção de iPhones mais baratos.