Os brasileiros infelizmente já estão acostumados a ver preços abusivos sendo praticados em nosso mercado. Porém, por conta da alta do dólar – que recentemente chegou à casa dos R$ 4 e gerou muitos memes – e o fim da Lei do Bem – que já afetou o preço dos eletrônicos –, esses valores subiram ainda mais.

Por causa disso, revolvemos criar a tabela acima para evidenciar esse aumento de preço em alguns smartphones. O nosso parâmetro de comparação é o valor praticado durante a Black Friday 2015, período em que os valores desse mercado ainda não estavam na estratosfera. Portanto, utilizamos como base os produtos que divulgados durante a nossa Central de Ofertas no ano passado.

Caso você queira conferir uma análise completa dos preços, formulamos uma tabela com todos os smartphones divulgados em nossa Central de Ofertas comparando com o valor atualmente praticado no mercado. Confira a tabela completa através deste link.

Refletindo: queremos ouvir a sua opinião

Mesmo analisando as discrepâncias com os valores de vários produtos e a evolução deles ao decorrer do tempo, é possível levantar alguns questionamentos:

  • Seria correto cobrar o preço dos eletrônicos vendidos aqui, mas que foram importados de outro país, apenas convertendo o valor das moedas?
  • Qual deveria ser a política de redução de preços após o lançamento de uma versão mais recente de uma linha de aparelhos (o Moto G de 2ª geração e o Moto G de 3ª geração, por exemplo)?
  • Vale a pena investir em um dispositivo assim que ele é lançado?
  • Até que ponto compensa comprar um produto que já recebeu uma atualização, mas possui um preço reduzido em relação ao novo modelo?
  • A variação de custo sofrida pelas opções na tabela foi justa?

Importante!

Neste espaço, vamos esclarecer alguns pontos importantes que foram levados em consideração na hora da construção da tabela e que precisam ser analisados para evitar discussões a respeito dos dados apresentados:

  • Os produtos listados são aqueles que divulgamos durante nossa Central de Ofertas da Black Friday 2015 (em 25 de novembro de 2015);
  • Os preços dos smartphones são os praticados por varejistas online e não oferecem vínculo com operadoras de telefonia móvel;
  • Os custos exibidos representam os valores vigentes nos principais varejistas online no momento da construção da tabela e consultados através do nosso Comparador de Smartphones. É perfeitamente possível encontrar números diferentes dos apresentados;
  • A coluna de custo dos aparelhos atualmente no mercado brasileiro considerou a opção que oferecia o menor preço (à vista com boleto bancário ou débito online, geralmente). Portanto, esses valores podem variar dependendo da forma de pagamento escolhida;

A análise correta a ser feita é comparar a evolução do preço para um único dispositivo e não dele com outros modelos. As tabelas contêm produtos de gerações diferentes, lançados em anos também distintos. Portanto, pode não fazer sentido comparar o preço de aparelhos que foram entregues ao mercado em épocas distantes.

Você considera justo o aumento de preços em smartphones praticado no Brasil? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: