Tendo como base os comentários encontrados nas redes sociais, os internautas estão revoltados com o que consideram um gasto abusivo por parte do Superior Tribunal de Justiça brasileiro. Segundo informações apuradas pela revista Época, o STJ gastou cerca de R$ 339 mil em apenas 12 computadores iMac da Apple. Com isso, o valor médio de cada máquina é de R$ 28.250, o que bate com o preço encontrado no site da marca.

A informação pode ser confirmada por meio do descritivo da licitação no Diário Oficial da União

Apesar de não ter havido nenhuma acusação de compra ilegal ou irregular, o preço pago pelo equipamento foi muito questionado pelas pessoas, que consideram um absurdo o valor gasto por poucos dispositivos. A informação pode ser confirmada por meio do descritivo da licitação no Diário Oficial da União, que pode ser acessado através deste link.

Os computadores iMac possuem especificações impressionantes, como muitos já conhecem. Confira as informações tiradas diretamente do descritivo da licitação:

Por que tão caro?

Segundo a justificativa para os gastos, a escolha da Apple deveu-se a ela apresentar “a melhor performance da edição de imagens em alta resolução". Isso dá a entender que o STJ pretende produzir trabalhos multimídia de altíssimo nível, incluindo a edição de imagens de alta resolução e, no mínimo, edição de vídeos dignos de grandes produtoras.

Trata-se de mau planejamento ou alguém está se beneficiando pessoalmente com computadores comprados com dinheiro público?

Ironias à parte, o grande questionamento em torno dessa aquisição é a real necessidade em se investir tanto dinheiro em um equipamento extremamente mais potente do que aquilo que se precisa em um departamento como o STJ. Fica a dúvida no ar: trata-se de mau planejamento ou alguém está se beneficiando pessoalmente com computadores comprados com dinheiro público? Pelo jeito, essa resposta vai ficar no ar, como muitas outras relativas à política no Brasil.

Cupons de desconto TecMundo: