O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP) está exigindo que todos os órgãos governamentais apenas contratem serviços de cloud computing que tenham data centers localizados no Brasil. Ou seja, nada de armazenar os dados via nuvem baseada em computadores estrangeiros.

A decisão surgiu por meio de um manual de "boas práticas, orientações e vedações". "A nossa expectativa é que os próprios fornecedores tenham o total interesse em resguardar o sigilo das informações quando assim for exigido. Se, eventualmente, houver problemas de judicialização, é importante que isso seja feito na jurisdição brasileira”, comentou o secretário de Tecnologia da Informação da pasta, Cristiano Heckert, segundo o CW.

Para reduzir os gastos, o manual também diz para os órgãos do Sistema de Administração dos Recursos de TI (SISP) não contratarem salas-cofre e salas seguras. O documento tem o apoio de Heckert, que comenta que essas orientações devem otimizar os recursos de infraestrutura.

Espionagem?

Se alocar os dados de servidores em data centers nacionais é um medo de espionagem ou vazamento de informações, é necessário lembrar que a tecnologia de espionagem internacional está bem na frente. Para saber mais detalhes, clique aqui.

O que você achou da decisão sobre a nuvem BR? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: