Nós já sabemos como a separação do seu smartphone afeta a sua mente. Hoje, a sociedade está praticamente “refém” desses eletrônicos, problema que é estudado por profissionais da área de comportamento e comprovado por pequenos estudos. Porém, o caso a seguir mostra que algumas pessoas – especialmente adolescentes – conseguem extrapolar todos os limites quando o assunto é a dependência de seus aparelhos.

No Condado de Boulder, localizado no estado americano do Colorado, uma jovem de apenas 12 anos foi encaminhada para um centro de detenção para menores depois de ter tentado envenenar a sua mãe por duas vezes. A mulher havia repreendido a adolescente impedindo-a de usar o seu iPhone.

Caso assustador!

Assustador

“É muito assustador”, contou o policial responsável pelo caso relatando que a mãe havia sentido cheiro de alvejante em sua bebida alguns dias antes de passar mal. “Ela pensou que sua filha havia acabado de limpar o copo e ainda havia um pouco de água sanitária ali. Então, ela começou a sentir enjoos”.

O mal-estar inicial passou, mas a mulher sentiu novamente o cheiro vindo de uma jarra em seu quarto. Desconfiada, foi confrontar a filha, que acabou admitindo que estava tentando matar a mãe por ter levado seu iPhone. A jovem foi encaminhada para o centro de detenção para menores da cidade depois que uma investigação de duas semanas foi conduzida sobre o caso.

.....

Será que estamos exagerando no tempo em que deixamos os jovens usarem os smartphones? Ou podemos considerar esse um caso isolado e que fugiu do controle dos pais? Independente de qual seja a sua resposta, vale a pena colocarmos a mão na consciência e refletirmos sobre a nossa dependência desses aparelhos.

Obs.: não foram divulgadas imagens dos envolvidos no caso. As fotos que aparecem nesta matéria são meramente ilustrativas.

Cupons de desconto TecMundo: