Provando novamente que qualquer software ou jogo pode ser usado como base para a realização de golpes, grupos já estão usando a popularidade de Pokémon GO para enganar pessoas e infectá-las com vírus. A primeira ameaça do tipo identificada pela Kaspersky Lab promete oferecer uma “versão Pro” do jogo que leva muitas pessoas a clicar em links maliciosos do WhatsApp.

O mensageiro é usado para divulgar uma página que promete o download da suposta variação do game. Antes de conseguir baixar o suposto aplicativo, você deve compartilhar o link com pelo menos cinco contatos, o que facilita a disseminação do conteúdo malicioso — ao finalmente baixá-lo, a vítima instala adwares que mostram propagandas de forma agressiva, realizam inscrições em serviços pagos e abrem brechas para invasões.

Ameaça usa a popularidade do game para se espalhar

Fábio Assolini, analista de segurança do Kaspersky Labs, afirma que os criminosos ganham dinheiro por cada cadastro em serviços “premium” que acontece após a infecção. A companhia já identificou ao 57 mil cliques no link malicioso somente entre brasileiros, muitos deles desatentos ao fato de que Pokémon GO Pro sequer existe.

A recomendação da empresa de segurança é que os usuários de smartphones e tablets possuam um software antivírus instalado e atualizado. Além disso, é preciso tomar cuidado com links suspeitos e com qualquer espécie de conteúdo que exija compartilhamentos pelo WhatsApp ou que não esteja disponível oficialmente na loja Google Play.

Cupons de desconto TecMundo: